ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

História do Grupo Estado nos anos 1960

Os fatos que marcaram o país e o mundo, expostos nas capas históricas do jornal O Estado de S. Paulo.

Filtrar por data ou por período:
  • 1964

    Oposição aos militares

     

    O Estado apoia o movimento militar que depôs o presidente João Goulart, ao constatar que ele já não tinha autoridade para governar. Defendeu uma intervenção militar transitória. Porém, ao perceber que os radicais de extrema direita aumentavam sua influência e queriam a perpetuação dos militares no poder, o jornal retira seu apoio e passa a fazer oposição.

    Estadão apoiou o movimento militar que depôs João Goulart Estadão apoiou o movimento militar que depôs João Goulart
  • 1966

    Jornal da Tarde

     


    4 de janeiro - Começa a circular o Jornal da Tarde, marco de uma revolução gráfica e editorial no jornalismo brasileiro, com reportagens de qualidade e irreverência de estilo.

    O jornal, sob a direção de Ruy Mesquita, inovou a imprensa brasileira pela apresentação gráfica e pela exclusividade de suas reportagens. A primeira edição do Jornal da Tarde saiu às ruas com um furo. “Pelé casa no carnaval”, dizia sua manchete.  No pé da página, outra informação nada desprezível: “Garrincha para o Corinthians”.

    Começa a circular o Jornal da Tarde, 4/1/1966 Começa a circular o Jornal da Tarde, 5/1/1966
  • 1966

    Caderno de Turismo

     

     

    24 de junho - Começa a circular no Estadão o caderno Turismo. Antes de assumir o nome Viagem (em 1991) passou 25 anos como Suplemento de Turismo.

    Suplemento Turismo, n.º 1, 24/6/1966 Suplemento Turismo, n.º 1, 24/6/1966
  • 1967

      

    Em fevereiro, a tiragem do jornal ultrapassa 340.000 exemplares. No dia 25 de setembro a Associação Interamericana de Imprensa protesta contra a censura sofrida pelo Estado ao comentar a morte do ex-presidente Castello Branco.

    A Associação Interamericana de Imprensa protesta contra a Lei de Imprensa A Associação Interamericana de Imprensa protesta contra a Lei de Imprensa
  • 1968

    13 de dezembro

     


    Por causa do editorial Instituições em frangalhos, escrito por Júlio de Mesquita Filho, o Estado é impedido de circular pela ditadura, pouco antes do anúncio do AI-5. Instala-se a censura dentro das redações do Estado e do JT, onde permanece até 6/1/1969. A partir daí, é exercida à distância.

    Editorial Instituições em Frangalhos publicado em 13/12/68, horas antes do AI-5,  que levou à apreensão da edição do jornal Publicado o Ato Institucional n.º5, 14/12/1968
  • 1969

    12 de julho

     

    Morre Julio de Mesquita Filho. Julio de Mesquita Neto assume a direção do Estado e seu irmão, Ruy Mesquita, dirige a redação do Jornal da Tarde.  

    Morre Julio de Mesquita Filho Morre Julio de Mesquita Filho
Reclames do Estadão

Camisas Epson

Com barbatanas permanentes! Camisas Epson

Publicado em 06/05/1962

Tópicos
ver todos
  • Acervo/Estadão
    1.

    Primeira Guerra

    O conflito, de escala global, foi iniciado na Europa em 1914

  • Jonne Roriz/ Estadão
    2.

    Olimpíadas

    Competição que reúne os principais esportes e atletas do mundo

  • Acervo/Estadão
    3.

    Estado Novo

    Ditadura civil brasileira liderada por Getúlio Vargas

  • Acervo/Estadão
    4.

    Bossa Nova

    Movimento musical brasileiro surgido nos anos 50

  • Ivan Dias/ Estadão
    5.

    Internet

    Rede Mundial de Computadores