ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Em 1977, o fim de um drama de 22 anos

Basílio marcou aos 37 do 2.º tempo e o Corinthians quebrou o seu mais longo jejum de títulos

12 de outubro de 2012 | 16h 16
Rose Saconi

 O Estado de S. Paulo, 14 de outubro de 1977







Morumbi, 13 de outubro de 1977. O jogador Basílio marca o gol aos 36 minutos e 44 segundos do segundo tempo que selou a vitória sobre a Ponte Preta e quebrou um tabu de 22 anos, oito meses e sete dias sem conquistas do clube.




O Brasil passava por grave crise política. O então presidente Ernesto Geisel tinha demitido o ministro do Exército Sílvio Frota, que tentava ser seu sucessor. Mas o assunto das ruas era o Corinthians e o título paulista que não conquistavam desde 1954.

“O grito da torcida continuou soando por todo o estádio quando o juiz Dulcídio Vanderlei Boschilla apanhou a bola, levantou as mãos aos céus e deu o apito final, o apito mais aguardado por toda a cidade. Pelas ruas, o som era o mesmo: Corinthians, Corinthians, Corinthians!”






O Jornal da Tarde contou a conquista numa edição histórica do futebol brasileiro. A Edição de Esportes do JT circulou com 12 páginas só de Corinthians campeão paulista de 1977, com fotos e textos cheios de detalhes e informações. Na manchete, o destaque: “Coríntians, meu campeão”. Nessa época Corinthians ainda tinha acento e era escrito sem h.







Reclames do Estadão

Em qualquer ponto do Brasil

Anúncio da Goodyear Em qualquer ponto do Brasil

11/2/1953

Tópicos
ver todos
  • Edwin Reichert/AP
    1.

    Guerra Fria

    Período de tensão militar, conflitos políticos e competição entre URSS e EUA

  • AP
    2.

    Revolução Chinesa

    Movimento marcado pela queda do Império e instituição do comunismo

  • Acervo/Estadão
    3.

    Colônias

    História do colonialismo e das colonizações

  • Nem de Tal/Estadão
    4.

    Samba

    Ritmo musical

  • Acervo/Estadão
    5.

    Imigração

    Movimento de emigração de europeus e asiáticos para o Brasil a partir do século 19