ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Em 1977, o fim de um drama de 22 anos

Basílio marcou aos 37 do 2.º tempo e o Corinthians quebrou o seu mais longo jejum de títulos

12 de outubro de 2012 | 16h 16
Rose Saconi

 O Estado de S. Paulo, 14 de outubro de 1977







Morumbi, 13 de outubro de 1977. O jogador Basílio marca o gol aos 36 minutos e 44 segundos do segundo tempo que selou a vitória sobre a Ponte Preta e quebrou um tabu de 22 anos, oito meses e sete dias sem conquistas do clube.




O Brasil passava por grave crise política. O então presidente Ernesto Geisel tinha demitido o ministro do Exército Sílvio Frota, que tentava ser seu sucessor. Mas o assunto das ruas era o Corinthians e o título paulista que não conquistavam desde 1954.

“O grito da torcida continuou soando por todo o estádio quando o juiz Dulcídio Vanderlei Boschilla apanhou a bola, levantou as mãos aos céus e deu o apito final, o apito mais aguardado por toda a cidade. Pelas ruas, o som era o mesmo: Corinthians, Corinthians, Corinthians!”






O Jornal da Tarde contou a conquista numa edição histórica do futebol brasileiro. A Edição de Esportes do JT circulou com 12 páginas só de Corinthians campeão paulista de 1977, com fotos e textos cheios de detalhes e informações. Na manchete, o destaque: “Coríntians, meu campeão”. Nessa época Corinthians ainda tinha acento e era escrito sem h.







Reclames do Estadão

Anão sem diplomacia

Anúncio da petrolífera Atlantic Anão sem diplomacia

29/4/1969

Tópicos
ver todos
  • Acervo/Estadão
    1.

    Guerra Mundial

    Primeira guerra

  • AP
    2.

    Corrida espacial

    Disputa entre os EUA e União Soviética pela supremacia da exploração espacial

  • Acervo/Estadão
    3.

    Guerra das Malvinas

    Conflito militar entre Inglaterra e Argentina pela soberania das Ilhas Malvinas

  • Acervo/Estadão
    4.

    Tenentismo

    Movimento político militar do início da década de 1920

  • Acervo/Estadão
    5.

    Crash de 1929

    Crise econômica resultante da quebra da Bolsa de Valores de Nova York em 1929

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo