ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

A história do filme '1917' nas páginas do jornal

Acontecimentos do filme fizeram parte de operação de recuo das tropas alemãs na Primeira Guerra

21 de janeiro de 2020 | 11h 22
Carlos Eduardo Entini - Acervo Estadão

Apontado como um dos favoritos ao Oscar, o filme '1917' mistura fatos reais da Primeira Guerra Mundial e ficção. O próprio diretor Sam Mendes afirma que se baseou numa história sem muito detalhes que ouviu na infância contada pelo avô, o ex-combatente pelas forças britânicas Alfred Mendes.

Os fatos reais que inspiraram o filme aconteceram entre fevereiro e novembro de 1917 no norte da França. No período, o exército alemão colocou em marcha a Operação Alberich. A operação consistiu no recuo por dezenas de quilômetros dos alemães até a linha de defesa conhecida como Linha de Hindenburg.

Capa do Estadinho, edição noturna do Estadão, de 19 de março de 1917, reportando o avanço das tropas aliadas no norte da França

Capa do Estadinho, edição noturna do Estadão, de 19 de março de 1917, reportando o avanço das tropas aliadas no norte da França

Telegramas publicados pelo Estadão na edição de 19 de março, mostram como o avanço das tropas aliadas foi rápido e quase sem resistência na região. Das linhas francesas a informação era que "... numa frente de mais de sessenta kilometros, as nossas tropas continuam na sua marcha para frente [...] As nossas tropas travaram varios combates com as retaguardas inimigas , que offerecem fraca resistencia". Na linha inglesa ocorria a mesma coisa, segundo o telegrama de Londres "progredimos varias milhas, atingindo em certos pontos o nosso avanço a profundidade de dez milhas, por uma extensão de quarenta e cinco milhas."

Capa do Estadinho de 28/09/1917

Capa do Estadinho de 28/09/1917

Porém, quando os aliados avançaram o território deixado pelos alemães, encontraram tudo destruído. O exército alemão usou a tática da terra arrasada e explodiu prédios, deixou minas espalhadas pelo caminho, destruiu equipamentos agrícolas, árvores frutíferas, estradas, ferrovias e diques.

Veja abaixo parte da cobertura do Estadinho, a edição noturna do Estadão publicada de 1915 a 1921.

Cidade de Roye destruída após o recuo das tropas alemãs. L'Illustration, 24/3/1917 - Reprodução

Cidade de Roye destruída após o recuo das tropas alemãs. L'Illustration, 24/3/1917 - Reprodução

Como mostrou a revista francesa L'Illustration, de 31 de março de 1917, os alemães deixaram um rastro de destruição durante o recuo

Como mostrou a revista francesa L'Illustration, de 31 de março de 1917, os alemães deixaram um rastro de destruição durante o recuo

> Leia mais notícias da Primeira Guerra Mundial em 1917

#Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | instagram

FOTOS HISTÓRICAS

Guarda Luizinho no centro de SP

Veja essa e outras imagens que marcaram época Guarda Luizinho no centro de SP

Acervo Estadão

Tópicos
ver todos