ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

A última entrevista de Chet Baker

Há 30 anos, o trompetista falou com o Caderno 2 alguns dias antes de morrer

18 de maio de 2018 | 16h 59
Cristal da Rocha - Acervo Estadão

Em três de maio de 1988 o músico e trompetista Chet Baker daria sua última entrevista ao Caderno 2, no Cafe de France no Boulevard Strausburg para a jornalista Maísa Lacerda Nazário em Paris. Ele se apresentaria no  por aqueles dias na afamada casa de jazz à época, a New Morning.

Dez dias após a entrevista no café em Paris, o lendário trompetista morreria de forma misteriosa ao cair da janela do hotel no qual estava hospedado.

No dia 18 maio 1988 o Caderno 2 publicou a entrevista na íntegra ao lado de uma ilustração de Chet e outras informações. Veja a página acessando o link.

O sopro leve e sutil de mister Chet

O sopro leve e sutil de mister Chet

Chet estve no Brasil anos antes, em 1985 para se apresentar em São Paulo e Rio de Janeiro no Free Jaz Festival. Foi na capital paulista que o músico teve uma overdose com um coquetel de drogas e precisou ser reanimado pelo médico que o acompanha na turnê brasileira. Com a saúde debilitada devido ao consumo de heroína e outras drogas ao longo da vida, sua aparência frágil entregava a situação.

#Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

# Siga: twitter@estadaoacervo facebook/arquivoestadao Instagram 

PÁGINAS HISTÓRICAS

Proclamação da República

Veja essa e outras capas que marcaram época Proclamação da República

Acervo Estadão

Tópicos
ver todos