ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Caminho do Mar coleciona nomes e histórias

Nascida como trilha em 1560, rota se tornou primeira estrada pavimentada da América Latina

30 de novembro de 2015 | 17h 28
Liz Batista

Fechada em 1985 para o tráfego de automóveis, a Estrada Velha de Santos, ou Caminho do Mar, faz parte da história de São Paulo. Muitos ainda se recordam do tempo em que aquela estrada de curvas acentuadas era o trajeto imperativo para quem se dirigia à Baixada Santista, antes da inauguração da Rodovia Anchieta em 1947.

É fato que do seu surgimento, no período colonial, até sua desativação, na década de 1980, a rota cumpriu papel fundamental para formação da capital paulista e desenvolvimento do País. As imagens do Acervo Estadão mostram um pouco dessa trajetória. 

Os caminhos até o mar. A mais antiga rota do interior do País para o litoral Atlântico surgiu por volta de 1560, quando o governador Mem de Sá recorreu aos jesuítas para que abrissem uma trilha, alternativa às indígenas, para transpor a Serra do Mar. A vereda recebeu o nome de Caminho do Padre Anchieta e tornou-se o caminho usado para o transporte de ouro até Santos e para o comércio de produtos.

Em 1792, um novo trajeto foi aberto, a Calçada do Lorena. Toda pavimentada em lajes, a notável obra de engenharia do período foi idealizada para dinamizar o comércio e escoar a produção.

Foi por essa rota que o príncipe regente D. Pedro subiu a serra em direção a São Paulo para proclamar a Independência do Brasil em 7 de setembro de 1822. No Brasil Império, em 1844, a rota foi melhorada e ganhou o nome de Estrada da Maioridade em homenagem ao menino regente D. Pedro II. Vinte anos depois, a estrada passou por mais uma reforma e foi reinaugurada como o nome de Estrada Vergueiro em 1864.

O Estado de S. Paulo - 24/2/1942
 

Estrada de Rodagem. No século 20 a rota ganhou mais dois nomes e uma música. A rota chamada então de Caminho do Mar, ou Estrada do Mar, foi usada pela primeira vez por automóveis em 1908, no que ficou conhecido como o primeiro “Raid automobilístico São Paulo- Santos”. Em 1913, ela passou por obras - pedras de macadame foram usadas para cobrir a estrada - e foi adaptada para o tráfego de automóveis.

Na década de 1920 foi pavimentada com concreto e se tornou a primeira rodovia da América Latina. Com a inauguração da Via Anchieta em 1947, a rota passou a ser um trajeto secundário e ganhou o nome de Estrada Velha. Em 1969, a estrada que ainda estava em atividade serviu de inspiração para a canção As curvas da estrada de Santos de Roberto Carlos. Em 1985, ela foi desativada. Desde 2004, a estrada está aberta para passeios turísticos. Além de  exuberantes paisagens da Mata Atlântica, o percurso reserva um  conjunto de monumentos históricos, como o Belvedere Circular e as pedras originais da Calçada de Lorena.  

 O Estado de S. Paulo - 15/12/2002

Tag: São Paulo, Estrada

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos