ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Campeão mundial: quem foi e quem não foi

Títulos de times brasileiros na disputa geram controvérsia desde os anos 50

13 de dezembro de 2012 | 19h 56
Rose Saconi

A discussão é eterna. Afinal, quando começou o Campeonato Mundial de Clubes? Em 1951, com o nome de Taça Rio? Em 1960, com a Copa Intercontinental? Em 1980 como a Copa Toyota? Ou será em 2000 quando a Fifa assumiu a organização do torneio?

Denominações e polêmicas à parte, o fato é que os clubes brasileiros já disputaram títulos com status de campeão mundial 18 vezes e venceram em 11 deles (1951, 1952, 1962, 1963, 1981, 1983, 1992, 1993, 2000, 2005 e 2006). Chegaram quase lá, mas não levaram a taça, em 6 competições (1976, 1995, 1997, 1998, 1999 e 2011). Só não chegaram à final uma vez, em 2010.

1951 - Polêmica

O Estado de S. Paulo, 24 de julho de 1951


Segundo jogo da final: Palmeiras 2 x 2 Juventus, da Itália. Gols de Praest, Rodrigues, Boniperti e Liminha. O empate favorecia o time paulista, que venceu o primeiro jogo por 1 a 0.


Copa Rio 1951 - Campeão: Palmeiras

Apesar do Palmeiras se autointitular campeão do Mundial de Clubes deste ano, o noticiário da época já colocava em discussão a validade da competição. Um mês antes do início dos jogos, escreveu o Estado:

"Talvez haja êxito econômico, apesar dos pesares. Mas, com ele ou sem ele, é aconselhável, além de honesto, que se mude a denominação do certame, mesmo porque, pelo simples exame da relação dos concorrentes, verifica-se que ele não é dos Campeões e muito menos Mundial..."

No mesmo artigo, o jornal também questionava o fato do Palmeiras e Vasco terem participado na condição de campeões estaduais de São Paulo e Rio de Janeiro, ao invés de ter sido feito um campeonato nacional de clubes campeões estaduais para indicar um único representante nacional no campeonato.

O Estado de S. Paulo, 24 de junho de 1951


A Copa Rio 1951 foi organizada pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD), com autorização da Fifa. Para os palmeirenses, o título é legítimo. Em 2007, a Fifa chegou a homologar a Taça Rio de 1951 como o primeiro Campeonato Mundial, mas voltou atrás e passou a contar como oficiais apenas títulos internacionais organizados a partir de 2000.


Copa Rio 1952 - Campeão: Fluminense

O Estado de S. Paulo, 3 de agosto de 1952


Fluminense 2 x 2 Corinthians. Gols de Didi, Jackson, Marinho e Souzinha. O clube carioca foi o campeão invicto da Copa Rio 1952 que foi disputada por 8 equipes, nos estádios do Pacaembu e Maracanã. A competição foi organizada pela CBD e pelo Fluminense, com a autorização da Fifa.

1962 - Campeão: Santos

O Estado de S. Paulo, 12 de outubro de 1962



Com 3 gols de Pelé em Lisboa - em uma atuação considerada uma das melhores de sua carreira -, o Santos venceu o Benfica por 5 a 2 no segundo jogo da final do Mundial de Clubes de 1962. Na primeira partida realizada no Maracanã, o time de Pelé também venceu por 3 a 2. Os gols da final foram marcados por Pelé (3), Coutinho, Pepe, Eusébio e Santana.


1963 - Campeão: Santos

O Estado de S. Paulo, 17 de novembro de 1963



Sem Pelé, que se machucou na primeira partida do campeonato, o Peixe venceu o Milan no terceiro jogo-desempate, com um gol de pênalti marcado por Dalmo, no Maracanã. O placar final, Santos 1 x 0 Milan, deu o bicampeonato ao Santos.

1976

O Estado de S. Paulo, 22 de dezembro de 1976



O Cruzeiro levou o Brasil de volta à disputa do Mundial de Clubes, depois de 13 anos sem conquistar a Libertadores. O título, porém, ficou na Europa. O Cruzeiro perdeu para o Bayern de Munique por 2 a 0, na Alemanha, no primeiro jogo, e não conseguiu vencer no jogo da volta disputado no Mineirão. O jogo terminou em empate sem gols.


1981 - Campeão: Flamengo

O Estado de S. Paulo, 15 de dezembro de 1981



Com o Mundial de Clubes já sendo disputado no Japão desde o ano anterior, o Brasil foi representado pelo Flamengo que venceu o Liverpool por 3 a 0. Dois gols de Nunes e um de Adílio.

1983 - Campeão: Grêmio

O Estado de S. Paulo, 13 de dezembro de 1983



Pela primeira vez na decisão do Mundial de Clubes, o Grêmio teve como adversário o Hamburgo, time alemão que chegou ao Japão como favorito para a conquista do título. O jogo terminou empatado no tempo normal (1 a 1). Na prorrogação, logo aos 3 minutos, Renato marcou para o tricolor gaúcho. Placar final: Grêmio 2 x 1 Hamburgo.

1992 - Campeão: São Paulo

O Estado de S. Paulo, 14 de dezembro de 1992



O São Paulo conquista pela primeira vez o título de campeão mundial interclubes, após vencer o Barcelona por 2 a 1, em Tóquio. O jogador Raí foi o autor dos dois gols da vitória.

1993 - Campeão: São Paulo

O Estado de S. Paulo, 13 de dezembro de 1993



Novamente no Japão, o São Paulo enfrenta o Milan. Palhinha abriu o placar para o tricolor paulista; Massaro empatou. Cerezo recolocou o São Paulo na frente, mas o francês Papin empatou no segundo tempo. Mas o dia era do São Paulo, e Müller contou com a sorte para marcar em uma bola que bateu em seu corpo e entrou. São Paulo 3 a 2. São Paulo bicampeão.

1995

O Estado de S. Paulo, 29 de novembro de 1995



Doze anos após comemorar o título de 1983, o Grêmio voltou ao Japão com o objetivo de conquistar o bicampeonato. O adversário era o time holandês Ajax. O jogo terminou sem gols e a decisão foi aos pênaltis. Placar final: Ajax 4 x 3 Grêmio.

1997


O Estado de S. Paulo, 3 de dezembro de 1997



Como em 1976, o Cruzeiro não conseguiu levar o título para Belo Horizonte. Perdeu para o clube alemão o Borussia Dortmund que ganhou o jogo por 2 a 0. Gols de Zorc e Herrlich.

1998

O Estado de S. Paulo, 2 de dezembro de 1998



Em uma partida emocionante e com muitos lances bonitos, o Vasco perdeu para o Real Madrid por 2 a 1 na decisão da Copa Toyota, considerado o Mundial Interclubes. Gols de Nasa, Juninho e Raul.

1999

O Estado de S. Paulo, 1 de dezembro de 1999



O Palmeiras perdeu por 1 a 0 para o time do Manchester United. Um gol de Keane aos 35 minutos do primeiro tempo acabou com o sonho do título do Verdão.


2000 - Campeão: Corinthians

O Estado de S. Paulo, 15 de janeiro de 2000



O Corinthians disputava o título do campeonato pela primeira vez
. Foi o ano em que a Fifa decidiu assumir a organização do Mundial de Clubes. A competição foi realizada no Brasil. Na final, disputada no Maracanã, Vasco e Corinthians terminaram em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, levando a decisão para os pênaltis. Edmundo, do Vasco, chutou para fora na última cobrança e deu ao time paulista o maior título de sua história.


2005 - Campeão: São Paulo


O Estado de S. Paulo, 19 de dezembro de 2005



A Fifa reassume o comando do Mundial, com a participação de seis clubes. Liverpool e São Paulo chegaram à decisão. O Tricolor Paulista bateu o clube inglês por 1 a 0, com gol de Mineiro e ganhou o título da competição pela terceira vez, batendo o recorde entre os clubes brasileiros.

2006 - Campeão: Internacional

O Estado de S. Paulo, 18 de dezembro de 2006



O Internacional vence o Barcelona por 1 a 0 e conquista o título mundial. Com um gol de Adriano, aos 36 minutos do segundo tempo, os Colorados levantaram a taça do mundial de clubes no estádio Internacional.


2010

O Estado de S. Paulo, 15 de dezembro de 2010



O sonho do bicampeonato mundial de clubes terminou de forma traumática para o Internacional. O clube brasileiro protagonizou um vexame histórico ao se transformar no primeiro time favorito à conquista do torneio a não chegar nem sequer à decisão. A vaga para a final foi conquistada pelo Mazembe, da República Democrática do Congo, que bateu o Inter por 2 a 0, no estádio Mohammed bin Zayed, em Abu Dhabi.

2011

O Estado de S. Paulo, 19 de dezembro de 2011



O Barcelona não deu chance ao Santos e venceu o Mundial de Clubes no Japão por 4 a 0. Messi, a grande estrela do jogo, fez 2 gols, Fábregas e Xavi marcaram os outros dois. "O Barcelona nos ensinou como se joga futebol", disse Neymar após a derrota.

Veja também:
# Todos os campeões
# O maior drible tomado pelo Palmeiras

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | Instagram | # Assine

FOTOS HISTÓRICAS

Leila Diniz e amigas em 1967

Veja essa e outras imagens que marcaram época Leila Diniz e amigas em 1967

Foto: Ywane Yamazaki/Estadão

Tópicos
ver todos