ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Catedral de Notre-Dame ganha mais uma cicatriz

Igreja foi afetada por bombardeios na 1ª e 2ª Guerra Mundial e por um pequeno incêndio em 1982

15 de abril de 2019 | 17h 18
Liz Batista - O Estado de S.Paulo

O Estado de S.Paulo - 13/10/1914

O Estado de S.Paulo - 13/10/1914

Em seus mais de oito séculos de existência, a mais famosa igreja gótica do mundo, a Catedral de Notre-Dame  já sobreviveu a duas guerras mundiais e vários outros incidentes. A velha catedral ganha hoje mais uma cicatriz, deixada pelo incêndio que atingiu sua torre. Esta não esta é a primeira vez que o fogo ameaça destruir a igreja situada no coração de Paris. Em constante preservação, sua estrutura já foi recuperada de danos e estragos através de inúmeros trabalhos de restauro, reformas e reconstrução.

O Estado de S. Paulo- 12/10/1914

O Estado de S. Paulo- 12/10/1914

O Estado de S.Paulo - 13/10/1914

O Estado de S.Paulo - 13/10/1914

O Acervo Estadão guarda registros de alguns dos eventos que danificaram a estrutura de Notre Dame. Entre eles estão os relatos dos intenso bombardeios contra a cidade de Paris no início da Primeira Guerra Mundial que acabaram por atingir a catedral. A ofensiva contra a capital francesa foi tão vigorosa que parte da cidade foi evacuada e o governo francês foi transferido para Bordeaux.

O Estado de S.Paulo - 26/8/1944

O Estado de S.Paulo - 26/8/1944

Durante a Segunda Guerra Mundial, em 1940, um incêndio comprometeu parte da estrutura da igreja. Em 1944, durante a operação para retomada de Paris, bombardeios aliados atingiram Notre-Dame debilitando sua estrutura já fragilizada. Sua nave foi destruída e os alicerces da torre foram comprometidos, um trabalho de reconstrução foi rapidamente iniciado para recuperar o templo. Também naquele ano, a catedral ganhou algumas marcas de tiros em suas paredes. Durante um serviço em celebração à libertação da cidade da ocupação nazista, foram feitos disparos contra o general Charles de Gaulle. Os soldados franceses e aliados reagiram e um tiroteio se instalou na igreja.

O Estado de S.Paulo - 13/4/1982

O Estado de S.Paulo - 13/4/1982

Em 1982, uma pequena nota publicada na edição de 13 de abril daquele ano, trata de um incêndio iniciado no depósito da igreja, que foi rapidamente contido.

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | instagram

FOTOS HISTÓRICAS

Leila Diniz e amigas em 1967

Veja essa e outras imagens que marcaram época Leila Diniz e amigas em 1967

Foto: Ywane Yamazaki/Estadão

Tópicos
ver todos