ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Como era São Paulo sem água encanada

Água era encontrada em bicas e chafarizes

18 de janeiro de 2013 | 18h 35
Rose Saconi

O abastecimento de água para os 20 mil habitantes que moravam em São Paulo no início do século 19 era feito de modo precário, por carroceiros que a vendiam de porta em porta, ou pelas bicas e chafarizes espalhados por pontos estratégicos da cidade, como a Caixa d'água, Misericórdia, Carmo, Palácio, Rosário.  



Reclamação de falta de água no chafariz da Misericórdia publicada em 1876
 

O primeiro chafariz público foi construído pelos frades franciscanos em 1744, onde hoje fica a rua Santo Amaro. O chafariz mais famoso era o do Piques, na Ladeira da Memória, no centro. Os moradores, porém, corriam o risco de chegar a algum desses locais, encontrar as torneiras secas e voltar para casa sem água. "Hoje, a falta d'água nos chafarizes construídos à custa da população, augmenta a despesa particular e pública", denunciou o Estado em 1875.

Para suprir essa deficiência, foi criada, em setembro de 1877, a Companhia Cantareira de Esgotos, que construiu o Reservatório da Consolação em 1881. No dia 29 de setembro daquele ano, 25 mil metros cúbicos de água da Serra da Cantareira, dos rios Cabuçu e Cotia começaram a chegar a esse primeiro reservatório, na rua da Consolação, 159. Um ano depois, 113 imóveis recebiam água dele, além dos chafarizes do Largo 7 Abril (atual praça da República), dos Guaianases (praça Princesa Isabel), Pelourinho (Largo 7 de Setembro), de São Bento e do Campo da Luz (atual avenida Tiradentes).

A seção "Como era São Paulo sem" é publicada todas as sextas-feiras no caderno Metrópole

>> Como era São Paulo sem a via Anchieta
>> Como era São Paulo sem a Catedral da Sé
>> Como era São Paulo sem a Avenida Sumaré
>> Como era São Paulo sem iluminação pública

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | Instagram | # Assine

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos