ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Ebola foi descoberto na busca da vacina da pólio

Identificado em 1967, vírus foi tema de livros e filmes e inspirou medo em milhares de pessoas

16 de agosto de 2014 | 14h 20
Liz Batista

Foi na busca por uma vacina contra a poliomielite que se tem notícia sobre os primeiros humanos vítimas do Ebola, vírus que recentemente fez mais de mil vítimas na África Ocidental, no pior surto já registrado na história. A contaminação se deu em 1967, após o contato com um grupo de 'macacos verdes' trazidos de Uganda. Os órgãos dos macacos eram usados para a cultura de vírus e pesquisa de vacina.

Os infectados, funcionários de um laboratório alemão, na cidade de Marburg, passaram a apresentar os mesmos sintomas, “procrastinação, náusea, vômitos, diarreia e dores musculares”, sem que os médicos pudessem diagnosticar a doença que os afetava. Num período de 12 dias, sete dos 24 pacientes infectados haviam morrido, relatou o Estado na reportagem "Animais podem tornar-se nocivos", de 1969.


O Estado de S.Paulo- 30/3/1969

 

Entre 1976 e 1977 o vírus apareceu na África e em 1989 nos Estados Unidos. Na década de 1990, em meio a pior epidemia já testemunhada até a atual, o Ebola foi tema de livros e filmes. A descrição de seus efeitos avassaladores no organismo, o desconhecimento sobre sua origem e a distante possibilidade de uma cura inspirou o medo. Muitos apontaram o vírus como uma vingança da selva diante do avanço populacional para áreas densas das florestas.



O Estado de S.Paulo- 14/4/1995

 

O Ebola pertence ao grupo dos denominados vírus emergentes, organismos que vêm aparecendo devido à interferência do homem no meio ambiente nas últimas décadas. Antes restritos aos seus hospedeiros naturais, esse organismos passaram a infectar humanos.

Variação do vírus.
Em setembro de 1976, uma variação mais letal do vírus foi identificada, na zona de Bumba, às margens do rio Ebola, no Zaire. O denominada Ebola Zaire mata em 90% dos casos.  


O Estado de S.Paulo -  02/6/1977

Em 1989, o vírus aparece em Reston, Virgínia, Estados Unidos. A empresa Hazelton Research Products importa macacos da Filipinas. Contaminados com o vírus, os animais adoecem. O Instituto de Pesquisa Médica de Doenças Infecciosas do Exército dos Estados Unidos identifica o vírus como uma nova variação do Ebola, batizado de Ebola Reston. Todos os macacos são sacrificados, as instalações são desativadas, esterilizadas e o local é demolido. Em 1996, o vírus foi novamente detectado em macacos, no Centro de Primatas, em Alice, no Texas.

 

O Estado de S.Paulo - 17/4/1996

 

Na década de 1990 o vírus voltou a aparecer na África. Em 1994, um cientista foi infectado na Costa do Marfim. Em maio de 1995, uma epidemia tomou conta de cidades e vilarejos no Zaire e matou 245 dos 317 infectados. No mesmo ano, duas obras que abordam os efeitos devastadores do vírus foram lançadas meses antes da surto, o best-seller “Zona Quente” (The Hot Zone) de Richard Preston e o filme “Epidemia” (Outbreak), de Wolfgang Petersen, foram lançados. As notícias sobre o rápido aumento no número de mortos e os problemas enfrentados para reduzir a contaminação e manter o surto restrito fizeram crescer o temor de que o vírus pudesse chegar até outros países. 

 

 

O Estado de S.Paulo - 05/1995
  


    

 

Em 2000, um surto fez centenas de vítimas em Uganda. Em 2001, o vírus reapareceu no Congo, em 2002 no Gabão. Em 2008, o governo do Congo anunciou um surto de Ebola na região sul do país.  


# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | Instagram | # Assine

>> ACESSE TODAS EDIÇÕES DO JORNAL

Veja o jornal do dia que você nasceu

Busque a edição pela data de seu nascimento Veja o jornal do dia que você nasceu

# Capa com anúncio de lança-perfume em 1929

Tópicos
ver todos