ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Era uma vez em SP...Concha Acústica do Pacaembu

Local sediou vários espetáculos musicais até ser demolido para dar lugar à arquibancada Tobogã

26 de junho de 2015 | 11h 40
Liz Batista

Concha acústica foi demolida para que o Pacaembu pudesse acomodar mais torcedores. Acervo/Estadão

Jogos de futebol e sinfonias de música clássica, durante mais de duas décadas o Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho (Estádio do Pacaembu) foi o local certo para sediar os dois tipos de eventos. Isso, graças à charmosa Concha Acústica que existia atrás do seu gol. Foi só no final dos anos de 1960 que as atrações da concha perderam o jogo para as partidas de futebol.

O estádio estava carente de mais lugares para o público, que se espremia para ver a bola rolar, e decidiu demolir a concha para erguer novas fileiras de arquibancadas. A nova estrutura, conhecida como Tobogã, foi inaugurada em 1970 e acrescentou mais dez mil novos lugares à lotação do estádio, que oficialmente passou a ter capacidade para 37.730 mil pessoas.

Navegue na Galeria da série Era uma vez em SP ... e conheça lugares que fizeram história 


Idealizada já no projeto do estádio e inaugurada junto com as demais dependências, em 27 de abril 1940, a concha servia para amplificar o som das apresentações no palco. Na matéria sobre a inauguração do Pacaembu, o Estado falava  sobre sua funcionalidade: “o proscenico em arquivolta”, a concha, poderia “servir de estrado scenico para grandes concertos symphonicos ou coraes e outros espectalulos ou festividades cívicas”. E, assim foi. Ali tocaram bandas, orquestras e se apresentaram peças e palestras. O efeito sonoro criado pela estrutura em arco transformava as arquibancadas à sua volta  numa grande plateia.

O Estado de S.Paulo - 28/4/1940

A concha, assim como a estátua de Davi- uma réplica de 5,5 metros da famosa obra de Michelangelo- era uma marca registrada do Estádio do Pacaembu. O local era sempre usado durante as celebrações sediadas no estádio. Em 1945, abrigou as apresentações musicais da festa de recepção para os soldados da Força Expedicionária Brasileira (FEB)que voltavam da Segunda Guerra. Na abertura dos Jogos Pan-Americanos de 1963, abrigou as bandas musicais da Força Pública, da Guarda Civil e do Exército. Na comemoração da conquista da Copa do Mundo de 1958, uma enorme bandeira do Brasil foi estendida em toda a largura da concha, que passou a carregar nos seu arco a inscrição: “Salve Campeões do Mundo”. A inscrição foi alterada em  1962, um “Bi” foi acrescentado antes de “Campeões”.

Tags: Estádio do PacaembuSão Paulo 

 Acompanhe a série: Era uma vez em São Paulo
Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos