ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Fotos Históricas: a máquina da inflação

Remarcador de preços tornou-se um dos símbolos do período de inflação fora de controle

30 de junho de 2015 | 12h 29
Rose Saconi

                                                                                                                        Acervo/Estadão

Uma cena comum no comércio antes da chegada do Plano Real era ver um gerente ou funcionário com uma 'arma' em punho circulando entre prateleiras e clientes. A 'arma' era a máquina de remarcar preços, usada quase que diariamente em uma época de inflação fora de controle.

O remarcador tornou-se o símbolo desta época, assim como a falta de mercadorias e o arrocho do crédito. Para fugir da ação da maquininha, as pessoas corriam ao supermercado para comprar de manhã antes que os preços subissem ou as mercadorias se esgotassem (veja imagem abaixo: 'Ontem, um dia de remarcações').

O Estado de S. Paulo - 13/6/1987

Inflação. O problema da inflação no Brasil ganhou força na década de 1930, no governo Getúlio Vargas e teve altos e baixos até os anos 1980, quando saiu completamente de controle. Entre janeiro de 1980 e 30 de junho de 1994, a inflação acumulada medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) chegou a atingir a marca de 7.535% até a chegada do Plano Real em 1 de julho de 1994.

Para ver outras 'Fotos Históricas', navegue na galeria.

Leia mais sobre o Plano Real:

* Há 18 anos, uma revolução na economia

* Real, 10 anos

* Reflexões da estabilização


Tags: Economia, Plano Real, Inflação

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos