ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Fotos Históricas: bombeiros substituem grevistas

Soldados do Corpo de Bombeiros trabalharam na produção de gás durante greve em 1957

20 de maio de 2015 | 15h 51
Rose Saconi

 
Soldados do Corpo de Bombeiros trabalhando na produção do gás de coque. Reynaldo Ceppo/Estadão

Um dos fatos que mais marcou o ano de 1957 na cidade de São Paulo foi a grande greve do mês de outubro que durou 10 dias e contou com a participação de mais de 400 mil trabalhadores de seis categorias. A paralisação só terminou 10 dias depois com a conquista do aumento de 25% nos salários.

O Estado de S. Paulo - 27/3/1957

Os primeiros a declarar-se em greve foram os operários da Companhia de Gás de São Paulo. Durante três dias, a população teve sua vida perturbada pela falta de gás em seus fogões e aquecedores. Para amenizar os transtornos da paralisação, o então governador Jânio Quadros colocou à disposição da Cia. de Gás o Corpo de Bombeiros. Os soldados foram trabalhar na empresa na rua do Gasômetro na produção do gás a partir do carvão nos fornos de coque.


Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos