ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Fotos Históricas: domingão do Silvio e Chacrinha

Animadores comandavam mais de 10 horas de programação aos domingos

02 de julho de 2015 | 10h 05
Rose Saconi

Silvio e Chacrinha no camarim do teatro da Globo em São Paulo em foto de 1971. Acervo/Estadão

Campeões de audiência na década de 1970, os dois grandes comunicadores da história da TV brasileira - Silvio Santos e Chacrinha - comandavam juntos, na Globo, 10 horas e meia de programação aos domingos.

O Estado de S. Paulo - 11/4/1971

Os dois apresentadores migraram para a telinha seus programas de auditório que já faziam sucesso no rádio. Abelardo Barbosa criou sua Discoteca ainda na Rádio Mayrink Veiga, que funcionava numa chácara, no Rio. Daí o apelido Chacrinha. Na televisão, para manter a imagem de maluco que tinha no rádio, o apresentador aparecia sempre fantasiado com trajes de palhaço e esquisitos. O programa tinha ainda as chacretes, bacalhau para a plateia, além de quadros de calouros como 'Quantas vezes o velho vai buzinar", "Pode dar o berro que o Chacrinha apoia" e músicas dos mais variados gostos.

Silvio construiu uma das mais sólidas carreiras de animador do País. Foi na Rádio Nacional, quando começou a trabalhar em 1950 como locutor que Senor Abravanel virou Sílvio Santos. Na Globo, o Programa Silvio Santos aos domingos começava às 11h30 e só terminava às 8 da noite com a entrada da Buzina do Chacrinha. Os quadros e atrações eram transmitidos ao vivo em formato de programa de auditório. Os jogos de perguntas eram quadros fixos do programa, como o 'Só compra quem tem', que distribuía semanalmente um automóvel zero quilômetro.

Para ver outras 'Fotos Históricas', navegue na galeria.

Tags: Televisão, Silvio Santos, Chacrinha


# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos