ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Fotos Históricas: fila em orelhão

Antes da popularização do telefone celular, fila para usar telefone público era rotina

17 de agosto de 2015 | 12h 27
Rose Saconi


Acervo/Estadão

Não faz tanto tempo, mas fila para usar os telefones públicos era uma cena comum nas ruas de São Paulo. A popularização da tecnologia mudou tanto, e em tão pouco tempo, que muitos nem se lembram de como era difícil a vida sem celular, sem internet, e com filas até para fazer uma simples ligação para dar um recado, marcar uma consulta médica, falar com os amigos, ou mesmo para namorar.

Em alguns pontos da cidade, como na foto acima de 1978 tirada no Centro, já era praticamente uma rotina enfrentar fila no orelhão para usar o telefone público. Muitas vezes a fila era gerada pelo espírito egoísta de algumas pessoas que não se intimidavam em engrenar conversas longas e intermináveis; muitas vezes gerando irritação e brigas do pessoal da fila.

O Estado de S. Paulo - 4/4/1972

História. Os orelhões surgiram em 1972 e foram definitivamente apresentados à população brasileira e instalados em cidades como Rio de Janeiro e São Paulo. Só mais tarde chegaram a outras cidades. Quando foi inventado, o usuário precisava de moedas para realizar suas ligações. Depois vieram as fichas, até que estas foram substituídas pelos cartões telefônicos usados até hoje.

Navegue na galeria e veja mais do 'Fotos Históricas'


Leia também:
# Como era São Paulo sem telefones públicos

Tags: Telefonia

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos