ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Fotos Históricas: o roqueiro e o cacique

Em 1989, dupla Sting e Raoni viajou pelo mundo em defesa da floresta e dos índios

15 de setembro de 2015 | 13h 51
Rose Saconi


Luiz Barros/Estadão

Foi amizade à primeira vista. Em 1989, o cacique Raoni, líder da tribo dos Caiapós, conheceu o roqueiro inglês Sting durante a excursão do cantor ao Brasil. Não demorou muito para o artista se engajar na luta pela demarcação das terras indígenas no Xingu. Na foto acima de Luiz Barros, a dupla aparece junto com o cineasta belga Jean Pierre Dutilleux no morro da Urca, no Rio, na gravação de um show para homenagear o Dia Internacional do Meio Ambiente. "Sem floresta, morre todo mundo, não só índio, vocês também", declarou o caiapó ao Estado.

O Estado de S. Paulo - 21/5/1989

O músico e o índio saíram nesta época em turnê mundial para denunciar a destruição da floresta e o descaso brasileiro com as populações indígenas. Por vários meses viajaram mundo afora visitando chefes de Estado em busca de doações para a criação de uma instituição que ajudasse na conservação do meio ambiente e na questão indígena brasileira. Ao final, conseguiram reunir 1,5 milhão de dólares para ser utilizado na demarcação da reserva do Xingu.

Logo em seguida, Sting criou em Nova York a Rainforest Foundation, ao lado de sua mulher Trudie, que, entre outros projetos, apoiou o reconhecimento oficial de terras indígenas no Xingu.


O cantor inglês Sting em visita à tribo Caiapó com o cacique Raoni. Foto: Ricardo Chaves/Estadão

Navegue na galeria e veja mais do 'Fotos Históricas'

Tags: Sting, Raoni

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos