ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Fotos Históricas: Rita Cadillac, a Musa da Detenção

Detentos vibravam com show de Natal da ex-chacrete na Penitenciária do Carandiru

28 de julho de 2015 | 17h 01
Liz Batista


Renato dos Anjos/ Estadão  

Praticamente uma tradição natalina, os shows de Rita Cadillac eram aguardadíssimos na Penitenciária do Carandiru, que existia na zona norte de São Paulo. Atributos não faltavam para a ex-chacrete enlouquecer o público composto por mais de sete mil detentos. Longas madeixas cor de fogo, voz sensual, coxas grossas, muito rebolado e uma grande dose de simpatia conferiram à Rita o título de Musa da Detenção. Como mostrou reportagem do Estado de 15 de dezembro de 1988. 

O Estado de S. Paulo - 15/12/1988 

​Rita era só carisma. Entre uma música e outra, uma abaixadinha aqui, outra ali, ela disparava frases carinhosas como: “Gostaria de beijar todos vocês”. Os shows eram abertos aos familiares dos detentos e chegavam a contar com performances de mais de 30 artistas.

O clima de descontração das apresentações funcionava como um escape para a rotina dos presos da Casa de Detenção de São Paulo. A penitenciária sofreu durante décadas com a superlotação e teve a história marcada pelo massacre de presos em outubro de 1992.

Familiares e detendos se espremem para ver a diva no palco, em 14/12/1988. Renato dos Anjos/Estadão


Tão gravado na memória daqueles que passaram pela Casa de Detenção, o show de Rita Cadillac não poderia faltar na obra cinematográfica Carandiru (2003)O filme conta com uma cena onde a diva reencena sua apresentação. Lançada à fama como bailarina e auxiliar de palco no Programa do Chacrinha, Rita decidiu investir na carreira de cantora dançarina nos anos de 1980. Fiel aos seus fãs e sem se intimidar com ambientes predominantemente masculinos, ia onde o povo a amava. Foi uma das primeiras mulheres a se apresentar na região do garimpo de Serra Pelada, no Pará. 

Para ver outras 'Fotos Históricas', navegue na galeria:

Tags: Rita Cadillac, Carandiru


# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos