ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Há 100 anos Automóvel Clube inaugurava sede

A luxuosa sede, localizada no Palacete Prates, recebeu mobiliário inglês

03 de março de 2015 | 14h 00
Rose Saconi

O Estado de S. Paulo - 2/3/1915

"O automóvel Club de São Paulo inaugurou sabbado passado as luxuosas installações da sua nova séde, à rua Líbero Badaró, num dos palácios construídos pelo sr. conde de Prates. Mesmo nas grandes capitaes, onde se encontram os clubs tradicionaes da aristocracia, da política e do sport, difficilmente se poderá encontrar mais conforto alliado a um bom gosto tão sóbrio e tão distincto como o que presidiu ao arranjo interno da nova séde do club paulista."

A luxuosa sede do Automóvel Clube de São Paulo inaugurada há 100 anos recebeu mobiliário inglês. Ficava no centro, na esquina da rua Líbero Badaró com o viaduto do Chá. Para entrar nas dependências do clube, só usando gravata. "Os móveis, os tapetes, as cortinas, as cortinas, as tapeçarias, foram importados directamente da Casa Mapple & Co., de Londres", escreveu o Estado que ilustrou a notícia com cinco fotos dos ambientes internos do clube (acima).

O Estado de S. Paulo - 11/6/1908

Fundação. Inspirada em clubes existentes na Europa, o Automóvel Clube surgiu após a reunião de um grupo de amigos da elite paulistana, em 1908 (acima). Os objetivos da entidade no seu estatuto, elaborado por Antonio da Silva Prado, Álvares Penteado e Antônio Prado Junior, eram desenvolver o automobilismo e melhorar as condições das estradas de rodagem do País.

A agremiação era muito exigente para aceitar novos sócios. Os primeiros a ser admitidos precisavam ser proprietários de telefone, carro, lancha e automóvel, bens que poucos tinham na época.

Sedes. Durante seus 107 anos de existência, o clube teve três sedes: a primeira no hoje já demolido Palacete Prates, na esquina da rua Líbero Badaró com o viaduto do Chá (abaixo), a segunda no edifício Britânia na mesma rua e a terceira, onde permanece até hoje, no 6.º andar da Rua Formosa, 367, no Vale do Anhangabaú.


Centro de São Paulo, 1918. À direita o Palacete Prates ocupado pelo Automóvel Clube. Acervo/Estadão

Primeira corrida. Também no mesmo ano, cerca de um mês após a fundação da entidade, no dia 26 de julho de 1908, ocorria a primeira prova de automóveis da América do Sul. Os carros partiram do Parque Antártica, na Zona Oeste, rumo a Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, num trajeto de 75 quilômetros. O vencedor da prova foi Sylvio Penteado, filho de fazendeiros de café nascido em Araras, no interior paulista.

O Estado de S. Paulo - 27/7/1908

Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | Instagram | # Assine 

Viu essa página?

John Kennedy assassinado

Há 55 anos, presidente dos EUA era baleado no Texas John Kennedy assassinado

Veja a edição completa de 23/11/1963

Tópicos
ver todos