ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Há 30 anos, Santo Amaro recusou separar-se de SP

Plebiscito realizado em 1985 consultou população sobre emancipação do bairro da zona sul

15 de setembro de 2015 | 20h 58
Edmundo Leite

Pouco antes das primeiras eleições diretas para prefeito depois do fim da ditaura militar, uma parte de São Paulo passou por uma votação que poderia ter mudado os limites geográficos da cidade. Em 15 de setembro de 1985, um plebiscito foi realizado para decidir se o bairro de Santo Amaro, que já fora um município até 1935, voltaria a ser uma cidade separada da capital paulista.

Os esforços do movimento emancipacionista, porém, não surtiram efeito entre a população da região. Com uma abstenção de 82,17%, os eleitores da região optaram por continuar como cidadão paulistanos. Dos 513.200 eleitores aptos a votar, 91.520 compareceram às urnas, com 93,36% dos votantes escolhendo o "Não", mantendo a configuração geográfica, política e administrativa da cidade. A última aletração do tipo havia acontecido em 1962, quando a população de Osasco, então bairro de São Paulo, realizou um plebiscito e escolheu virar um município. 

O Estado de S.Paulo - 12/9/1985

O Estado de S.Paulo - 15/9/1985

O Estado de S.Paulo - 17/9/1985

Estátua de Borba Gato, símbolo do bairro, em foto de 1969

Tags: Santo Amaro

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos