ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Instituto Butantan: 120 anos de história registrada nas páginas do Estadão

Criado em 1901 para combater peste, instituto marcou o desenvolvimento científico no País

23 de fevereiro de 2021 | 8h 44
Liz Batista - Acervo Estadão

Prédio principal do Instituto Butantan, década de 1970.

Prédio principal do Instituto Butantan, década de 1970.

Criado por meio do Decreto N° 878A , o Instituto do Butantan surgiu oficialmente em 23 de fevereiro de 1901. Nasceu com o propósito de produzir vacinas e soros para conter a grave epidemia de peste bubônica que assolava São Paulo e o Brasil na virada do século 19 para o século 20. O investimento na Ciência foi coroado de sucesso.

O instituto desenvolveu, naquele mesmo ano, sua “vaccina anti-pestosa”, o primeiro imunizante ali fabricado. A fórmula foi amplamente utilizada e revelou-se, junto com o soro-antipestoso, um aliado importante no controle da doença. Sob a direção do médico sanitarista Vital Brasil , enquanto fazia frente à epidemia de peste, o instituto, em paralelo, também investiu no desenvolvimento de soros antiofídicos, área que lhe conferiu renome.

Pesquisador do Instituto Butantan segura uma cobra Jararaca, São Paulo, SP. 1939. 

Pesquisador do Instituto Butantan segura uma cobra Jararaca, São Paulo, SP. 1939. 

Desde então, o centro de pesquisa biomédico - que mantém a grafia da época em seu nome até hoje, “Butantan” - tornou-se referência nacional e internacional no desenvolvimento e produção de soros e vacinas e completa 120 anos de existência como uma das instituições científicas e de pesquisa mais importantes do País. Hoje o Instituto Butantan atua na linha de frente no combate à epidemia de Covid-19.

Conheça mais sobre o Butantan através das páginas do Estadão Acervo:

>> Estadão 9 e 10/11/1899

Estadão - 09 e 10/11/1899

Estadão - 09 e 10/11/1899

Inicialmente criado como um braço do Instituto Bacteriológico, a instituição adquiriu com o decreto de 23 de fevereiro de 1901. Em 9 e 10 novembro de 1899,Estadão já noticiava em sua capa as medidas para criação do instituto.

Na edição de  6 de novembro de 1901 o Estadão, mostrou uma visita feita à instituição por autoridades políticas e médicas. A comitiva foi recebida pelo diretor do Butantan, dr. Vital Brazil, que demonstrou aos visitantes como acontecia a produção do soro e da vacina antipestosa.

O médico Vital Brazil, responsável pela criação do Instituto "Serumtherápico", posteriormente chamado de Instituto Butantan

O médico Vital Brazil, responsável pela criação do Instituto "Serumtherápico", posteriormente chamado de Instituto Butantan

Com o aumento na escala da fabricação de vacinas e soros, o instituto passou a publicar boletins semanais no jornal com sua produção. Nesses informes, o Butantan trazia a quantidade das fórmulas produzidas pelo seu laboratório, o número de animais inoculados, o número de pessoas tratadas e uma lista nominal de agradecimento às pessoas que haviam colaborado enviando cobras para a instituição.

Prédio Centenário. Treze anos após sua criação o instituto ganhou um prédio central, concebido especialmente para abrigar laboratórios de pesquisa. As outras instalações do local também passaram por ampliações e melhorias. A cerimônia de inauguração aconteceu em 4 de abril de 1914 e contou com uma cobertura ampla do jornal.

>> Estadão  4/4/1914

> Estadão - 04/4/1914

> Estadão - 04/4/1914

>> Estadão 5/4/1914

> Estadão - 05/4/1914

> Estadão - 05/4/1914

> Estadão - 05/4/1914

> Estadão - 05/4/1914

Visita ilustre. No livro de visitantes, o senador Ruy Barbosa deixou a seguinte mensagem: "É com sincero enthusiasmo que exprimo a minha admiração para com esta casa, pelo que della sei e acabo de ver. Felizes de nós, se a cultura geral do paiz e o progresso brasileiro estivessem na altura desta explêndida instituição, honra do sabio que a dirige, dos homens de sciencia que nella brilham, do povo que della se desvanece e do governo que lhe tem comprehendido o valor".

>> Estadão  8/4/1914

> Estadão - 08/4/1914

> Estadão - 08/4/1914

Um marco do avanço científico no País,  Instituto  Butantan  era frequentemente visitado por autoridades e chefes de Estado. O ex-presidente americano Theodore Roosevelt e os soberanos da Bélgica, são algumas das personalidades que se impressionaram com as instalações e trabalhos desenvolvidos pela instituição.

Tombamento. Em 1981, o local onde o Butantan está instalado foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico (Condephaat). O lugar tornou-se uma referência turística e de lazer, onde se destacam a área verde e o viveiro de cobras, aranhas e escorpiões.

Leia também: 

# Lugares de SP: Instituto Butantan

# Conheça a história da primeira vacina produzida pelo Butantã em 1901

# Butantan, história de um prédio centenário

# 10 vacinas que mudaram a História

# Politização e desinformação insuflaram Revolta da Vacina em 1904

# 66 dias de terror e morte na luta de SP contra a gripe espanhola

# Cães foram vítimas de coronavírus nos anos de 1980

+ ACERVO

> Veja o jornal do dia que você nasceu

> Capas históricas

> Todas as edições desde 1875

>> ACESSE TODAS EDIÇÕES DO JORNAL

Anúncio de lança-perfume

Veja essa e outras capas históricas Anúncio de lança-perfume

# Capa do jornal de 13/1/1929

Tópicos
ver todos