ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Jules Rimet também foi roubada em Londres

Antes de desaparecer em 1983 da sede da CBF, a taça foi tirada de vitrine em 1966

20 de dezembro de 2013 | 11h 16
Carlos Eduardo Entini

Antes de ser roubada da sede da CBF em 20 de dezembro de 1983, a taça Jules Rimet fora roubada em Londres às vésperas da Copa do Mundo de 1966. Ela estava exposta em uma vitrine como parte de uma exposição sobre selos, cujo tema era futebol.

O Estado de S. Paulo - 22/3/1966

No final da manhã do dia 20 de março, uma celebração religiosa em outra parte do prédio esvaziou o espaço onde a taça estava exposta. Aproveitando a oportunidade o ladrão, sem nenhuma dificuldade, arrombou a porta, entrou na sala, arrebentou o cadeado da vitrine e a levou. O roubo foi uma vergonha para os ingleses, além do mais a galeria de onde a taça foi roubada ficava a poucos metros da sede da polícia, a Scotland Yard.


Cobertt aponta o local onde Pickles encontrou a taça Jules Rimet. Foto: UPI

A honra inglesa foi resgatada sete dias depois. E por um cachorro. A taça Jules Rimet foi encontrada embrulhada em jornal jogada no quintal de David Cobertt. Mas quem a descobriu foi seu cachorro Pickles, quando estava prestes a fazer seu passeio noturno. Enquanto Cobertt preparava a coleira, o animal correu no quintal e logo parou. O comportamento chamou atenção do dono. "Foi o Pickles herói dessa história toda, ele que viu a taça primeiro. Agora como prêmio, vou dar-lhe caviar uma vez por semana", declarou o dono do cachorro (Jornal da Tarde, 28/3/1966).  Mas ele também foi recompensado com 6.100 libras. Nunca foi descoberto quem roubou a taça. O estivador Edward Betchley chegou a ser acusado e preso, mas foi solto logo depois.



# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | Instagram | # Assine

Viu essa página?

John Kennedy assassinado

Há 55 anos, presidente dos EUA era baleado no Texas John Kennedy assassinado

Veja a edição completa de 23/11/1963

Tópicos
ver todos