ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Morte de Edson Luís, o estopim do '1968' no Brasil

Estudante levou tiro quando polícia reprimiu protesto no centro do Rio em 28/3/1968

28 de março de 2018 | 17h 01
Edmundo Leite

Corpo do estudante Edson Luís de Lima Souto, morto ao levar um tiro quando a polícia reprimiu protesto estudantil no restaurante Calabouço em 28 de março de 1968.

Uma manifestação por melhorias no restaurante Calabouço, um refeitório estudantil no centro do Rio de Janeiro, desencadeou no Brasil a explosão do conturbado 1968, o ano que entrou para a história mundial pelos protestos de estudantes e jovens contra regimes estabelecidos. Os incidentes começaram quando estudantes tentaram sair em passeata do local e foram reprimidos pela polícia com tiros de metralhadora. Após a confusão, restou o corpo baleado de Edson Luís, então com 18 anos. Os estudantes carregaram o corpo do colega em cortejo para a Assembleia Legislativa do Rio, causando grande comoção. Começava ali o ano, que nas palavras de Zuenir Ventura, não terminou, dado o grande número de acontecimentos fundamentais que ocorreriam dali em diante. [Clique para ver a página ampliada]

Estadão - 29/3/1968

Notícia da morte do estudante Edson Luís publicada no Estadão em 29/3/1968.

Capa do Jornal da Tarde de 29/3/1968 com a notícia da morte do estudante Edson Luís.

#Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | Instagram

FOTOS HISTÓRICAS

Leila Diniz e amigas em 1967

Veja essa e outras imagens que marcaram época Leila Diniz e amigas em 1967

Foto: Ywane Yamazaki/Estadão

Tópicos
ver todos