ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

O assassinato de John Lennon

Homenagens por todo o mundo marcaram a despedida do ex-Beatle

07 de dezembro de 2015 | 16h 40
Liz Batista

O Estado de S.Paulo - 10/12/1980
 

Para os fãs da música a manhã de 9 de dezembro de 1980 foi um triste despertar. A notícia do assassinato de John Lennon, um dos gênios da música do século 20, era recebida com enorme comoção e choque. Em luto, milhares choraram a morte do ídolo.

O ex-Beatle foi morto quando retornava, com sua esposa Yoko Ono, ao seu apartamento no edifício Dakota em Nova York, em 8 de dezembro de 1980. O casal voltava do estúdio Record Plant, onde Lennon trabalhava no seu próximo disco solo, quando foram abordados por Mark David Chapman. O jovem sacou seu revólver calibre 38 e disparou cinco vezes contra o cantor. Quatro balas atingiram Lennon. Ele foi levado ao hospital, mas não resistiu.

Na cobertura da morte da lenda da música o Estado mostrou as homenagens feitas ao artista, trouxe declarações de ídolos nacionais como Elis Regina e Gilberto Gil. "Um dos maiores criadores do século", disse o compositor baiano. Um dia após a tragédia, as rádios dedicaram suas programações a John Lennon.

Navegue pela galeria e conheça outros detalhes da cobertura: 

Tag: John Lennon,  Beatles 

Clique aqui para conferir os Perfil dos Beatles no Acervo

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

FOTOS HISTÓRICAS

Leila Diniz e amigas em 1967

Veja essa e outras imagens que marcaram época Leila Diniz e amigas em 1967

Foto: Ywane Yamazaki/Estadão

Tópicos
ver todos