ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

O primeiro bondinho do Pão de Açúcar

Inaugurado em 1912, o velho teleférico feito de madeira circulou até 1972 no Morro da Urca

06 de outubro de 2015 | 12h 56
Rose Saconi


Acervo/Estadão

Símbolo do Rio de Janeiro, o primeiro teleférico do Brasil foi inaugurado em 1912. De tão parecido com um bonde, o veículo de madeira ganhou o apelido de bondinho. A viagem de ida e volta custava 2 mil réis, valor equivalente hoje a R$ 80, de acordo com o Conversor de Valores do Acervo. A passagem custa atualmente R$ 71. O velho bondinho tinha capacidade para 17 pessoas no Camarote Carril - como também era chamado. O tempo passou, o volume de turistas aumentou e, em 1972, foi inaugurado um novo sistema, com novos e modernos bondinhos.


Despedida. A festa de inauguração serviu também de despedida e agradecimento ao velho bondinho (na foto acima, em uma de suas últimas viagens), com direito a bolo, champanhe e discursos. Os novos modelos ganharam visão panorâmica. A duplicação das linhas anteriores, com dois bondinhos em cada, aumentou a capacidade de transporte do teleférico de 115 para 1.360 passageiros por hora.

O Estado de S. Paulo - 12/9/1972

* Matéria publicada na edição impressa do caderno Viagem de 6/10/2015

Tags: Rio de Janeiro, Bondinho

# Assine |  
# Licenciamento de conteúdos Estadão |

>> ACESSE TODAS EDIÇÕES DO JORNAL

Incêndio do edifício Joelma em 1974

Veja essa e outras capas históricas Incêndio do edifício Joelma em 1974

# Capa do jornal de 2/2/1974

Tópicos
ver todos