ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Oswaldo Aranha presidiu primeira Assembleia da ONU que dividiu a Palestina

Grande nome da diplomacia nacional, estadista teve sua atuação registrada nas páginas do 'Estado'

06 de novembro de 2017 | 9h 06
Liz Batista

Oswaldo Aranha, década de 1950. Foto: Acervo/ Estadão

Seguindo a tradição de grandes nomes da nossa diplomacia, Oswaldo Aranha, soma seu nome aos de José Bonifácio de Andrada e Silva, Barão do Rio Branco, Ruy Barbosa entre os célebres personagens que marcaram a história nacional e ajudaram a escrever os desígnios da política externa brasileira. No século 20, Aranha se destaca entre os demais, seja por sua atuação em organismos internacionais ou pela projeção em que lançou o Brasil no cenário mundial.


No Itamaraty, exerceu importante influência sobre o;governo Vargas;no sentido de aproximar o Brasil dos Aliados. Manteve franca campanha para o;rompimento com o Eixo;em oposição aos grupos simpatizantes dos fascistas que procuravam influenciar a posição do;Estado Novodurante a;Segunda Guerra Mundial.; ;

O Estado de S.Paulo - 17/09/1947

Como chefe da delegação brasileira, Oswaldo Aranha abriu e presidiu a primeira sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) em Nova York, em 1947. Sob sua coordenação, na sessão de 29 de novembro daquele ano, foi votado o;Plano para partilha da Palestina, formalizado na Resolução 181,que abriu caminho para a aprovação da criação do Estado de Israel. O Estado tem registrado em suas páginas a atuação do diplomata.;

O Estado de S.Paulo - 30/11/1947



Veja mais páginas sobre Oswaldo Aranha:


O Estado de S.Paulo - 11/01/1947



;

O Estado de S.Paulo - 31/01/1953

O Estado de S.Paulo - 16/10/1953

O Estado de S.Paulo - 29/01/1960

#Assine;| ;#;Licenciamento de conteúdos Estadão;|

# Siga:;twitter@estadaoacervo;|;facebook/arquivoestadao;|;Instagram;|

>> ACESSE TODAS EDIÇÕES DO JORNAL

Proclamação da República

Veja essa e outras capas históricas Proclamação da República

# Capa do jornal de 16/11/1889

Tópicos
ver todos