ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Pelo direito de usar monoquíni

Traje virou caso de polícia e foi proibido por autoridades em 1964

25 de agosto de 2016 | 19h 07
Liz Batista

Foto 1: Mulher é retirada de uma praia da Califórnia por trajar monoquíni, 1964/ Reprodução

Foto 2: Banhista usando monoquíni observa a movimentação de policiais ao fundo, 1964/ Reprodução 


Hoje a proibição do uso do burkini em algumas praias francesas divide opiniões e levanta o debate sobre a liberdade que uma mulher dispõe para cobrir seu corpo como bem entender. Uma polêmica bem diferente se instaurou no Brasil em 1964, quando o monoquíni tentou fazer seu debute nas praias e piscinas do País. Criado pelo designer austríaco Rudi Gernreich, o traje de banho consiste num biquíni de peça única que é preso ao corpo por suspensórios que podem cobrir com pouquíssimo pano ou não cobrir com pano algum a parte superior do corpo feminino. Em São Paulo, a polêmica foi tanta que a polícia impediu a exibição da peça em um desfile e o prefeito Prestes Maia usou seu horário na TV para tratar da questão.  

O Estado de S.Paulo - 23/7/1964 


Em junho de 1964, uma audaciosa senhoria pediu permissão as autoridades para poder usar o traje na piscina do Centro Educacional da Mooca. A autorização foi negada. Na televisão, o prefeito relatou como o pedido havia subvertido a ordem de trabalho de seu gabinete, contava a matéria do Estado. “Naturalmente essa carta nos trouxe embaraço, porque os regulamentos municipais de frequência as piscinas da Mooca e do Pacaembu são muito severos. Quem ficou excitado com tudo isso foram os oficiais de gabinete, que sugeriram logo que se mandasse chamar a senhorita para uma vistoria”, disse.

 
Monoquíni é exibido em vitrine de loja em São Paulo, 1964. Acervo/ Estadão 

Líderes religiosos e outras autoridades em tons menos jocosos e mais recriminatórios seguiram endossando a proibição nacional ao monoquini. Em seu programa na Rádio Vera Cruz, o cardeal Dom Jaime de Barros Câmara foi categórico: “condenamos o uso do monoquíni. E nem é preciso espichar a conversa. O importante é que transformemos nossa condenação em campanha nacional para que seja banido de nossa pátria o uso de tudo aquilo que desmoraliza a mulher brasileira” 

Veja também:

Foto Galeria: 70 anos do Biquíni

Mulheres de calças chocavam a sociedade em 1911 

#Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | Instagram |

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos