ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Prédios de São Paulo: Campos Salles

A arquitetura de inspiração norte-americana é típica dos primeiros arranha-céus da cidade

24 de março de 2014 | 16h 08
Cley Scholz
Construído em 1928, o Edifício Campos Salles, na altura do número 115 da Rua Riachuelo, centro de São Paulo, é um dos edifícios históricos preservados que contam a história da cidade. No dia 4 de abril de 1930 o Estado publicou uma fotografia do edifício com a notícia de que o imóvel estava sendo adquirido pelo governo do Estado para sediar Secretaria de Viação e Obras Públicas.


O Estado de S.Paulo - 04/4/1930




O edifício, batizado em homenagem ao presidente Campos Salles que governou o País de 1898 até 1902, passou a ser sede do Ministério Público do Estado em 1996. Após ampla reforma e restauração da fachada, o imóvel, tombado pela sua importância para o patrimônio histórico da cidade, foi reinaugurado em setembro de 2000. Hoje funciona como sede da Procuradoria Geral de Justiça e do Ministério Público do Estado de São Paulo.

  >> Acompanhe a série 'Prédios de São Paulo'


Sua arquitetura carregada de influências norte-americanas típicas dos primeiros arranha-céus da cidade se destaca na região, por isso o edifício está listado pela Associação Viva o Centro entre os locais que devem ser visitados por quem se interessa por história e pela arquitetura paulistana. 

A partir da década de 70, um processo de degradação tomou conta da região central da cidade, atingindo também a rua Riachuelo, onde fica o edifício. Com a queda da qualidade de vida, o centro perdeu seu perfil residencial e muitos moradores deixaram a região. O comércio sofreu com o aumento da criminalidade e com o crescimento da economia informal – camelôs tomaram muitas ruas. Na década de 90, iniciativas como as da Associação Viva Centro investiram na revitalização da área. Entre 1998 e 1999, operações  policias para retirada de ambulantes, desenvolvimento de iniciativas culturais e reformas de locais públicos, marcaram os primeiros passos para o processo de revitalização da região. Leia, abaixo, no 'Páginas Selecionadas' como se deram essas transformações.


>>O prédio hoje


Páginas selecionadas pelo Editor

>> ACESSE TODAS EDIÇÕES DO JORNAL

Proclamação da República

Veja essa e outras capas históricas Proclamação da República

# Capa do jornal de 16/11/1889

Tópicos
ver todos