ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Prédios de São Paulo: Lorenzo Sarti

Apartamentos eram anunciados como oportunidade de 'um lar próprio' por 200 mil cruzeiros

27 de dezembro de 2013 | 18h 46
Cley Scholz
O lançamento do Edifício Lorenzo Sarti, em 1950, chamava a atenção para a vantagem do endereço: “Localização que vale ouro”.

O Estado de S.Paulo-04/6/1950


O prédio fica na esquina da Praça da República com a Rua Vieira de Carvalho, próximo à Avenida Ipiranga e à Barão de Itapetininga, endereços nobres na época e valorizados até hoje. Espremido entre outros edifícios, o prédio continua bem conservado e deve ganhou em 2011 mais uma estação da Linha Amarela do Metrô, além da Linha Vermelha, que já tem uma estação por ali, inaugurada dia 24 de abril de 1982 na esquina da Praça da República com a Rua do Arouche. 

O anúncio do lançamento, dia 4 de junho de 1950, chamava a atenção para o preço: 200 mil cruzeiros - 12 mil de entrada e o restante em dez anos, com intermediárias de 14 mil em 60 dias e mais 14 mil em 120 dias. Era financiado pelo Banco Nacional Imobiliário, que faliu nos anos 1960 e teve parte de seus ativos incorporados pelo Bradesco. O anúncio destacava:“Apartamentos com hall, dormitório com terraço, armários embutidos, ‘kitchnette’ com gás ligado e banheiro completo com aquecimento a gás”.

Nos anos 50, a praça da República era um lugar privilegiado de lazer e de namoro. Com gramados que convidavam ao passeio.

Mas a partir dos anos 70 as imediações da praça se transformaram num ponto de prostituição e a segurança na região se tornou um sério problema.

Em 2007, após uma reforma que custou cerca de R$ 3,1 milhões, a praça foi reinaugurada como parte dos projetos de revitalização do Centro. As obras incluíram a troca do asfalto dos passeios por lajotas iguais às originais, rebaixamento dos canteiros ao nível do solo, retirada das grades que contornavam a praça e recuperação do lago. Nove das 13 esculturas da praça ganharam placa de identificação em granito.

A chegada da Linha Amarela do Metrô à Praça da República melhorou a mobilidade e valorizou a região.

Veja mais:
O Lorenzo Sarti hoje

Acompanhe a série:
Prédios de São Paulo: Copan
Prédios de São Paulo: Martinelli
Prédios de São Paulo: Shopping Iguatemi
Prédios de São Paulo: Arouche
Prédios de São Paulo: Basílio Jafet
Prédios de São Paulo: Regina
Prédios de São Paulo: São Lucas


# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | Instagram | # Assine

Páginas selecionadas pelo Editor

>> ACESSE TODAS EDIÇÕES DO JORNAL

Proclamação da República

Veja essa e outras capas históricas Proclamação da República

# Capa do jornal de 16/11/1889

Tópicos
ver todos