ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Prédios de São Paulo: Sabará Piauí

Edifício de João Artacho Jurado está entre as referências arquitetônicas de Higienópolis

29 de abril de 2014 | 12h 16
Cley Scholz
No dia 30 de março de 1947, era publicado no Estado o anúncio de lançamento do Edifício Sabará Piauí, da imobiliária Monções, que pertencia a João Artacho Jurado. A propaganda trazia um verso do escritor Castilho: "Hei-de-lho por em verso... para glorificar aos olhos do universo". A citação combina com a arquitetura dos edifícios de Artacho Jurado, sempre uma mistura de estilos e linguagens: moderno, nouveau, déco e clássico.


O Estado de S.Paulo -  30/5/1947




>>O prédio hoje



No anúncio, o conjunto de apartamentos que ficam na esquina da Rua Piauí com a Rua Sabará, em Higienópolis, eram apresentados como "um verdadeiro poema de cimento e aço, síntese de conforto, luxo e nobreza que recebe a glória imperecível do aplauso paulista". Em apenas 21 dias, diz o texto, quase todos os apartamentos foram vendidos. Voltados para o público de alta renda, os apartamentos ofereciam várias opções de lazer como piscina e terraço com bar na cobertura.  


>> Acompanhe a série 'Prédios de São Paulo'



Confira, abaixo, no 'Páginas Selecionadas' mais detalhes sobre a vida e obra de João Artacho Jurado (1907-1983). Filho de espanhóis anarquista, o empreiteiro não tinha formação de arquiteto, nem chegou a completar o primário. Contrariado com a obrigatoriedade do juramento a bandeira, seu pai o tirou da escola. Mesmo sem formação superior, Artacho Jurado foi responsável por alguns dos mais conhecidos marcos arquitetônicos de São Paulo, especialmente no bairro Higienópolis. Muitas das suas criações, como o Edifício Bretagne, na Av. Higienópolis, foram tombadas e são pontos turísticos incluídos nos tours pela cidade.

Páginas selecionadas pelo Editor

>> ACESSE TODAS EDIÇÕES DO JORNAL

Proclamação da República

Veja essa e outras capas históricas Proclamação da República

# Capa do jornal de 16/11/1889

Tópicos
ver todos