ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Prédios de São Paulo: Vera Cruz

Formato arquitetônico em cruz prometia maior privacidade ao moradores

13 de outubro de 2014 | 16h 34
Liz Batista

Confortavelmente isolado no andar”, o projeto arquitetônico em formato de cruz do Edifício Vera Cruz, na Rua Gaivota em Moema, era anunciado como o grande diferencial do imóvel no Estado de 15 de novembro de 1979. O edifício prometia ser “o primeiro 2 dormitórios sem vizinhos”.

O Estado de S.Paulo - 15/11/1979

>>O prédio hoje  

O anúncio exaltava a privacidade que o formato inovador do prédio permitiria aos seus moradores,  “cada apartamento fica isolado no andar”, dizia. A publicidade  também dizia que a planta dos apartamentos, que contavam com “vestíbulo, sala, terraço panorâmico, 2 dormitórios, banheiro social, cozinha, completa área de serviço e garagem”,  era “muito bem dividida”. Outro atrativo explorado no anúncio era o “acabamento de requintado bom gosto”, o imóvel, “totalmente acarpetado” já estava equipado com “armários embutidos e revestidos” e “azulejos decorados até o teto do banheiro”. Sobre as condições de compra, sugeria “utilize seu FGTS”.

>> Acompanhe a série 'Prédios de São Paulo'

O desenvolvimento de Moema. Na década de 20 o bairro era apenas uma das paradas do bonde. Por Moema passavam três linhas: uma que ia até Santo Amaro, outra que levava ao Brooklin e a última que chegava até o Largo de Indianópolis. Com a  inauguração do Aeroporto de Congonhas, em 1936, a parada também passou a receber passageiros que tinham o aeroporto como destino. O crescimento da região começou ao redor dessas paradas dos bondes. Uma moradora de longa data contou ao Caderno Seu Bairro, publicado no Estado de 02 de fevereiro de 2001, que se recordava desse tempo. “As pessoas se aglomeravam nos pontos. Os comerciantes aproveitavam a movimentação e abriam suas lojas. Assim teve início o progresso econômico do bairro”, contou. O Largo da Nossa Senhora Aparecida, que conta com a mais antiga igreja de São Paulo a homenagear a padroeira do Brasil, também marcou o desenvolvimento experimentado na década de 1930. Outros marcos que impulsionaram o desenvolvimento do bairro foram a inauguração, em 1976, do Shopping Center Ibirapuera - o segundo shopping da cidade o primeiro foi o Iguatemi - e a construção da  avenida 23 de Maio, que teve seu primeiro trecho inaugurado em 1967. O shopping serviu de chamariz para o comércio e tornou o bairro mais atrativo, a avenida encurtou o acesso à várias regiões da cidade. A criação de ambos fomentou o mercado imobiliário da região. Os lançamentos imobiliários desse período,  na sua maioria prédios residenciais, atraíram novos moradores, principalmente jovens casais.  

>> ACESSE TODAS EDIÇÕES DO JORNAL

Proclamação da República

Veja essa e outras capas históricas Proclamação da República

# Capa do jornal de 16/11/1889

Tópicos
ver todos