ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Prédios de São Paulo: Vilaboim

Após 55 anos do lançamento do imóvel, bairro manteve tranquilidade destacada no anúncio de venda

10 de março de 2014 | 10h 51

No dia 31 de outubro de 1959, a Companhia para a Expansão da Construção anunciava o lançamento do edifício Vilaboim, na esquina da Rua Piauí com a Aracaju, na Praça Professor Vilaboim.


O Estado de S.Paulo - 31/10/1959


Já na época, a localização era considerada "privilegiadíssima", como destaca o anúncio reproduzido ao lado com o título "Higienópolis valoriza seu conforto". Tirando o trânsito, que aumentou consideravelmente desde a época, a descrição do bairro não mudou muito: "Entre a beleza e a tranquilidade dos mais aprazíveis jardins e praças", destacava o anúncio. "A três minutos do Centro pelo trólebus Cardoso de Almeida (linha 216) ou pelo ônibus Conselheiro Brotero (linha 38)."


>> Acompanhe a série 'Prédios de São Paulo'


No anúncio do edifício, “totalmente isolado nos lados”, havia a opção de apartamentos de dois ou três dormitórios com "armários embutidos, grande living, sala de jantar, banheiros em cores, elevadores rápidos e modernos, sociais e de serviço, garagens de grandes dimensões e ligação direta às garagens por elevador"


>> Veja o prédio hoje


Veja em 'Páginas Selecionadas' (abaixo), como a região, apesar de ser muito movimentada com padarias, cafés, restaurantes e com o burburinho dos estudantes da FAAP, não perdeu seu ar de tranquilidade.

A praça, que homenageia o professor da Faculdade de Direito, nascido em Cachoeira (BA), Manuel Pedro Vilaboim, foi tombada pelo Conselho Municipal de preservação do patrimônio Histórico (Conpresp) em 2007.

Páginas selecionadas pelo Editor

>> ACESSE TODAS EDIÇÕES DO JORNAL

Proclamação da República

Veja essa e outras capas históricas Proclamação da República

# Capa do jornal de 16/11/1889

Tópicos
ver todos