ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Prince, um astro sexy e provocante

Veja 1ª matéria sobre o ídolo no Estadão e confira a cobertura dos shows no Rock in Rio em 1991

21 de abril de 2016 | 16h 05
Liz Batista


Prince no Rock in Rio , 19/01/1991. Jonas Cunha/ Estadão 


O cantor, compositor e instrumentista Prince foi encontrado morto em sua casa, nessa quarta-feira (21). Ele tinha 57 anos. Ícone da música pop, Prince atingiu o sucesso nos anos 1980. Eclético e inovador, ele gravou para sempre seu nome na música. Manteve singles como Let's Go Crazy (1984) e Kiss (1986) no topo das paradas; ganhou sete prêmios Grammy, um Golden Globe e um Oscar de Melhor Música com o hit Purple Rain (1984); assinou a trilha sonora do filme Batman(1989), de Tim Burton- outro estrondoso sucesso que lhe rendeu mais uma indicação ao Grammy- e ultrapassou a marca de mais de 100 milhões de álbuns vendidos.  


O Estado de S.Paulo - 11/11/1984 
 


O Estadão apresentou o multifacetado artista aos seus leitores em novembro de 1984. A matéria contava que Prince era o "novo darling da cena funk-pop-soul", um "Michael Jackson fora da lei". As comparações não paravam por aí, ele também era descrito como uma fusão de Steve Wonder com o balanço de Mick Jagger, com um pouco da fanfarronice de Jerry Lee Lewis e muito de Jimi Hendrix, de quem era "considerado herdeiro espiritual de direito", dizia o texto.

Relembre momentos da carreira do ídolo, como o shows realizados no Rock in Rio em 1991:

O Estado de S. Paulo - 24/01/1991 


O Estado de S. Paulo - 18/01/1991 
 


O Estado de S. Paulo- 29/9/1989


O Estadao de S.Paulo- 14/6/1987 



O Estado de S. Paulo- 02/10/1990

O Estado de S. Paulo- 13/11/1988 

Veja também:

#1991: Prince veio como o rei do pop


# Tag: Prince
# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |


Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos