ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Quem foi Pablo Escobar

O traficante colombiano voltou a ser notícia depois da série 'Narcos'

04 de setembro de 2015 | 18h 09
Liz Batista e Carlos Eduardo Entini

O sucesso da série Narcos, uma produção da Netflix estrelada por Wagner Moura, revive a curiosidade do grande público sobre Pablo Escobar. O chefão do narcotráfico colombiano entrou para a história como uma das maiores e mais cruéis mentes criminosas do século 20.

Escobar chegou a acumular uma fortuna estimada em mais de 3 bilhões de dólares e foi considerado um dos homens mais ricos do planeta. Com esse dinheiro, Don Pablo financiava ações do grupo guerrilheiro M-19 e mantinha uma rede de poder paralelo sem precedentes. Comprava policiais, militares, parlamentares, juízes e tinha um enorme e bem armado exército particular.

Sua história está registrada nas páginas do Acervo, com todas as curiosidades que fazem da sua biografia algo digno da ficção.O início de sua vida criminosa, como ladrões de túmulos; seus atos mais sanguinários, como o atentado ao voo 203 da Avianca; a surreal criação de uma prisão própria e luxuosa, a “El Catedral”; sua fuga e passagem pelo Brasil, onde foi extorquido por policiais; e a espetacular caçada final, que terminou com sua morte no topo de um telhado em Medellín. Confira:

Quem foi Pablo Escobar
Cartel de Medellín. No início da década de 1980 os chefes do tráfico na Colômbia criaram o  Cartel de Medellín. A organização criminosa movimentava 60 bilhões de dólares por ano e mantinha o maior exército privado do mundo 
A tomada do Palácio da Justiça. Financiados pelos narcotraficantes, guerrilheiros do M-19 tomam o Palácio da Justiça, em Bogotá, em 6 de novembro de 1985. O objetivo era destruir documentos que comprovavam a participação de Pablo no tráfico de drogas. A ação terminou em tragédia, 90 pessoas foram mortas.
Assassinato de Luis Carlos Galán. Candidato do Partido Liberal e favorito nas eleições presidenciais de 1990 da Colômbia,Galán foi morto pelo Cartel de Medellín em 18 de agosto de 1989, durante um comício. Favorável à extradição dos traficantes aos EUA, ele se tornou alvo da organização.
Atentado ao voo 203 da Avianca. Em 27 de novembro de 1989, o Boeing 727 da Avianca explodia matando todas as 107 pessoas a bordo. O objetivo do atentado era matar o candidato à presidência César Gavira Trujillo. Mas ele não embarcou no voo.
Ofensiva contra o tráfico. Em agosto de 1989, governo comanda enorme operação contra os narcotraficantes. Cerca de 15 mil prisões foram realizadas. Bens e imóveis, como a luxuosa fazenda Nápoles - a enorme propriedade onde Escobar mantinha um zoológico de animais exóticos - foram confiscados.

Cartel fala em rendição. Após o governo colombiano acirrar a guerra contra os narcotraficantes, o Cartel de Medellín sinaliza abertura para negociar a deposição de armas em troca de “garantias legais” que impedissem a extradição de seus membros para os Estados Unidos.
Rendição de Escobar. Após a Assembleia Constituinte declarar proibida a extração de colombianos de nascimento, Pablo Escobar se entregava às autoridades em 19 de junho de 1991. Com as prisões, o Cartel de Cali passou a ser o novo maior fornecedor de cocaína para os EUA 
Prisão de luxo. Uma das exigências feitas por Pablo Escobar se entregar, foi cumprir a pensa em prisão construída e mantida por ele. Conhecida como “La Catedral”, local contava com suítes individuais, campo de futebol e salas de bilhar.
Fuga de Envigado. Escobar foge durante um motim na prisão de Envigado em julho 1992. A rebelião teve inicio quando o governo colombiano tentou realizar sua transferência para um quartel militar, após ter constatado que ele seguia comandando o crime organizado de dentro da prisão. 
Esconderijo em Cabo Frio. Em 1993 o narcotraficante foragido escondeu-se em Cabo Frio, no Rio de Janeiro, onde teria sido  extorquido por policiais civis . Segundo a denúncia, 10 milhões de dólares  haviam comprado o silêncio do diretor do Departamento Geral da Polícia Especializada.
Morte de Escobar. A caçada que envolveu  milhares de homens do Exército e da polícia da Colômbia terminou com a morte de Pablo Escobar em 02 de dezembro de 1993. O chefão do Cartel de Medellín foi atingido no telhado enquanto fugia.

O Estado de S. Paulo - 28/6/2015


Tags: Pablo Escobar, Tráfico de drogas

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

>> ACESSE TODAS EDIÇÕES DO JORNAL

Veja o jornal do dia que você nasceu

Busque a edição pela data de seu nascimento Veja o jornal do dia que você nasceu

# Capa com anúncio de lança-perfume em 1929

Tópicos
ver todos