ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Sobrou vaga no primeiro vestibular de inverno

Há 40 anos era realizada a primeira seleção no meio do ano com mais vagas que candidatos

14 de maio de 2013 | 10h 40
Rose Saconi

Sobraram vagas no primeiro vestibular unificado de meio de ano realizado em São Paulo, há 40 anos. Em julho de 1973, dos 1.022 candidatos que disputaram as 1.500 vagas no vestibular organizado pelo Centro de Seleção dos Candidatos às Escolas de Economia e Administração (Cescea), apenas 800 foram aprovados. Na seleção daquele meio de ano, das cinco faculdades que participaram, apenas o curso da Universidade de São Paulo (USP) tinha mais candidatos que vagas.

O Estado de S. Paulo - 24/7/1973

As demais, todas particulares, tiveram pouca procura. "Apenas um aluno estará presente à primeira aula do curso vespertino de Estudos Sociais das Faculdades Integradas Alcântara Machado. Embora a escola tenha oferecido 40 vagas, apenas um aluno foi aprovado", dizia a reportagem do Estado considerando desfavorável o resultado do exame.

Das listas de convocados divulgadas pelo Cescea, não haviam nomes de aprovados para o curso de Pedagogia da Faculdade Santa Rita de Cássia. O motivo: nenhum estudante sequer se inscreveu para concorrer a uma das 150 vagas oferecidas para o curso.

A mesma faculdade recebeu apenas cinco inscrições para o curso de Psicologia com 130 vagas disponíveis. Para os organizadores do exame na época o pequeno número de inscrições nessa primeira edição do vestibular de inverno já era esperado. "É um vestibular de meio de ano, que não coincide com o término do ano letivo dos cursos secundários", justificou o representante do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Médio de São Paulo.

O Cesnea definiu a realização dos exames vestibulares de meio de ano como "uma necessidade" e apostava no aumento do número de instituições que a partir de 1974 já estariam em condições de receber alunos por semestres. "E os próprios alunos estarão preparados para o exame também no mês de julho e não apenas no começo do ano".

Vestibulares unificados. A prática dos vestibulares unificados, que permite ao aluno optar entre várias faculdades na mesma carreira, começou em 1964 com a criação do Centro de Seleção de Candidatos às Escolas Médicas e Biológicas do Estado de São Paulo (Cescem), o vestibular da USP para a área de Biologia. O Centro de Seleção dos Candidatos às Escolas de Economia e Administração (Cescea) foi criado em 1967 para a área de Humanas e, dois anos mais tarde, a pareceu o Mapofei, unificando os vestibulares das três escolas de engenharia mais importantes de São Paulo, Mauá, Politécnica da USP e FEI.

Todos os três usavam a metodologia de testes de múltipla escolha. Apesar da tradição que os três exames criaram no período em que foram aplicados, em 1975 a USP decidiu unificar suas três provas, extinguindo os vestibulares por área.

Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | Instagram | # Assine

>> ACESSE TODAS EDIÇÕES DO JORNAL

Incêndio do edifício Joelma em 1974

Veja essa e outras capas históricas Incêndio do edifício Joelma em 1974

# Capa do jornal de 2/2/1974

Tópicos
ver todos