ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

'Taça Estadinho' antecedeu a São Silvestre

Primeira prova de pedestrianismo foi disputada em 1918

31 de dezembro de 2012 | 11h 45
Rose Saconi

 Estadinho, 5/5/1918




Mais de 25 mil corredores repetiram hoje um ritual que começou em 1925 e jamais foi interrompido: participaram da 88.ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre pelas ruas de São Paulo.

Antes da São Silvestre, porém, uma outra prova já reunia corredores nas ruas da cidade. A Taça  Estadinho,organizada pelo Estado, foi disputada pela primeira vez em 1918, no mês de outubro. Levava o nome da edição da noite do jornal.“Será disputado nesta capital, pela primeira vez no Brasil, um certanen de pedestrianismo”, informava a edição de 9 de outubro de 1918. “Na nossa terra, apesar da mocidade ter predilecção pelos exercícios ao ar livre, nunca se cuidou do pedestrianismo a sério”, dizia a reportagem. O percurso total aproximado da prova foi de 25 quilômetros. A largada da "Volta de São Paulo", como foi chamada, foi na Avenida Água Branca, com chegada na Paulista. Participaram 60 homens. Segundo o regulamento da prova, só poderiam participar homens com idade entre 18 e 33 anos. As inscrições eram gratuitas.

O Estado de S. Paulo, 9/10/1918



Em 1925 foi realizada a 1.ª São Silvestre, uma iniciativa do jornalista Cásper Líbero, que trouxe da França a ideia de promover uma corrida na virada do ano. A disputa tornou-se a principal corrida de rua do País. Um jogador de futebol, Alfredo Gomes, do Clube Esperia, foi o primeiro ganhador da São Silvestre, em sua primeira edição. Até 1944, a prova era exclusividade dos brasileiros. No ano seguinte, quando foi aberta à participação de atletas estrangeiros, passou a ser reconhecida em todo o mundo.

O Estado de S. Paulo, 31/12/1925

PÁGINAS HISTÓRICAS

Proclamação da República

Veja essa e outras capas que marcaram época Proclamação da República

Acervo Estadão

Tópicos
ver todos