ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Túnel 9 de Julho completa 80 anos

Marco do urbanismo na cidade, obra que liga o Centro à Zona Sul levou um ano para ficar pronta

23 de julho de 2018 | 15h 31
Liz Batista - O Estado de S.Paulo

Operários e engenheiros posam para foto em frente à obra do do Túnel 9 de Julho, em janeiro de 1937. Foto: Acervo/Estadão

Na década de 1930, o acelerado crescimento da capital paulista demandava ampliação e melhorias na sua infraestrutura urbanística. O famoso Plano de Avenidas, do então prefeito Prestes Maia, ia de encontro às novas necessidades da cidade de São Paulo. Entre as muitas obras propostas, estava o Túnel 9 de Julho, uma ligação rápida entre o Cento e a Zona Sul. Há tempos a construção se mostrava necessária. Sem o túnel, o trajeto só era possível de ser feito subindo o espigão da avenida Paulista, obstáculo natural que impedia o desenvolvimento da capital para os lados das chácaras do Itaim e de Santo Amaro.

O Estado de S.Paulo - 24/7/1938

O Estado de S.Paulo - 24/7/1938

A passagem, construída no local onde existia a antiga Avenida Anhangabaú, levou um ano para ficar pronta e custou cerca de 17.190 mil contos de réis. A inauguração, em 23 de julho de 1938, contou com a presença do presidenet Getúlio Vargas.

Túnel  9 de Julho, São Paulo, SP.1938.  Foto: Rotogravura/Estadão

O túnel tem duas galerias independentes- cada uma com duas faixas de rodagem- passa sob a Avenida Paulista, o MASP, o Parque Trianon e a Linha 2 do Metrô de São Paulo.

Veja também:

#Como era São Paulo sem o Túnel 9 de Julho

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | instagram

FOTOS HISTÓRICAS

Leila Diniz e amigas em 1967

Veja essa e outras imagens que marcaram época Leila Diniz e amigas em 1967

Foto: Ywane Yamazaki/Estadão

Tópicos
ver todos