ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Vila Sésamo marcou uma geração de brasileiros

Programa infantil estreou no Brasil há 40 anos, no Dia das Crianças

11 de outubro de 2012 | 14h 07
Rose Saconi

Garibaldo, o pássaro amigo de Sônia Braga era azul. Nos Estados Unidos, era amarelo. Para a maioria das crianças brasileiras, o bicho metade galinha metade avestruz era cinza escuro. Sucesso de público e crítica na década de 70, o programa Vila Sésamo era exibido em preto-e-branco e chegou ao Brasil há 40 anos, em uma coprodução da TV Cultura e Rede Globo.

O Estado de S. Paulo, 12 de outubro de 1972

O programa marcou uma geração de brasileiros. O sucesso era tanto que qualquer pessoa alta e desajeitada, homem ou mulher, acabava ganhando o apelido de “Garibaldo” ou ‘Garibalda”.

Dias atrás, o presidente americano Barack Obama também usou o nome do personagem para atacar seu rival na atual campanha eleitoral. “Grande. Amarelo. Uma ameaça para nossa economia”, dizia a propaganda. Os criadores de Vila Sésamo não gostaram e pediram ao comitê de campanha de Obama a retirada de Garibaldo dos anúncios.


Foto: Arquivo/AE


Auxílio na alfabetização
.Criado nos Estados Unidos pela Sesame Worshop para ajudar na alfabetização de crianças e na convivência, o “Sesame Street” ganhou na primeira versão um tempero brasileiro e foi um dos primeiros programas com os quais a TV brasileira passou a ser admirada em outros países pela qualidade. Com histórias bem-humoradas, temas educativos e músicas, os bonecos como Garibaldo, Elmo, Songa-Monga, Ênio e Gugu contracenavam com atores como Araci Balabanian, Sônia Braga, Milton Gonçalves, Armando Bogus, entre outros.

O programa estreou no Brasil no dia 12 de outubro de 1972, Dia das Crianças.Foi sucesso absoluto de público e crítica até 1977, quando saiu do ar. "Cenas dentro do mundo infantil, numa mistura de fantasia e realidade".




O Estado de S. Paulo, 23/8/1972


Investimento de três milhões de cruzeiros com o objetivo de “recuperar as crianças carentes culturalmente”. “É uma experiência humana que está me enriquecendo muito, pois aqui podemos fazer algo objetivo por alguém”, declarou a atriz Araci Balabadian no início das gravações, dois meses antes da estreia.




O Estado de S. Paulo, 18/8/1973


Formato do programa recebeu críticas da então União Soviética, “Vila Sésamo é o último exemplo do imperialismo cultural dos Estados Unidos”, escreveu m jornal do Partido Comunista local.




O Estado de S. Paulo, 28/10/2007


Programa volta a ser produzido pela TV Cultura. Garibaldo retorna ao programa repaginado. Em vez de azul, reaparece como é originalmente: amarelo

Viu essa página?

Debate eleitoral

Relembre Collor x Lula em 1989 Debate eleitoral

Veja a edição completa de 15/12/1989

Tópicos
ver todos