ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Canindé

Estádio da Portuguesa

28 de novembro de 2012 | 15h 21

Localizado na Marginal Tietê entre as pontes da Bandeira e a que liga o Pari à Vila Guilherme, o popularmente conhecido Canindé, é na verdade Estádio Doutor Osvaldo Teixeira Duarte, e foi adquirido pelo seu atual proprietário a Portuguesa de Desportos, em 1956. A inauguração foi comemorada no dia 11 de janeiro do mesmo ano, em uma partida entre um combinado de Palmeiras e São Paulo contra a Lusa (vitória de 3 a 2 para os novos donos da casa).

O terreno original pertencia ao Deutsch Sportive, clube da colônia alemã na capital paulista que o vendeu ao São Paulo Futebol Clube durante a Segunda Guerra Mundial. Posteriormente, o tricolor vendeu para um sócio que o repassou para o time da colônia portuguesa.

Inicialmente as arquibancadas de madeira forneceram ao Canindé o apelido de “Ilha da Madeira”. As de concreto vieram apenas em 1972 (o primeiro anel, com capacidade para 10 mil pessoas), durante a gestão de Oswaldo Teixeira Duarte na presidência da Portuguesa. O presidente seria homenageado no nome oficial do Canindé apenas em 1984, antes disso o estádio era conhecido como Independência.

Endereço: Rua Comendador Nestor Pereira, 33

Páginas selecionadas pelo Editor

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos