ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Carandiru - Parque da Juventude

Antigo centro de detenção

28 de novembro de 2012 | 15h 23

Construído para ser um complexo prisional modelo, a Casa de Detenção de São Paulo, conhecida como Carandiru (em relação ao bairro em que estava localizada), teve sua pedra fundamental lançada no dia 12 de maio de 1911, e inaugurado oito anos depois. O projeto foi do arquiteto Francisco Ramos de Azevedo.

Na época preencheu o déficit de estabelecimentos prisionais de São Paulo, sendo ampliado em 1956, durante a gestão Adhemar de Barros (1957/61). Porém, nas décadas seguintes a falta de investimentos na estrutura prisional agravaram os problemas. O ápice dessa situação ocorreu em outubro de 1992, no episódio conhecido como “Massacre do Carandiru”, quando 111 presos foram executados durante uma rebelião.

Após um longo processo de desativação, foi implodido, em 2002, sendo criado em seu lugar o Parque da Juventude. No lugar dos pavilhões surgiu uma imensa área de lazer e uma biblioteca. No quadrilátero do Carandiru ainda funciona a Penitenciária Feminina Sant’Ana.

Endereço: Avenida Zaki Narchi, 1309

Páginas selecionadas pelo Editor

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos