ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Albert Sabin

Albert Bruce Sabin
26/8/1906, Bialistok, Rússia - 3/3/1993, Washington, EUA

Filho de Jacob Sabin e Tillie Krugman, Albert Bruce Sabin imigrou com a família para a América em 1921 devido à perseguição aos judeus na Europa.  Adquiriu a cidadania americana em 1930. Em 1928, bacharelou-se em ciências pela Universidade de Nova York. Em 1931, doutorou-se em medicina pela Universidade de Nova York. Entre 1926 e 1931, foi pesquisador associado de bacteriologia da Medical School da Universidade de Nova York. Entre 1932 e 1934, foi médico interno do Bellevue Hospital, em Nova York. Ao final desse período, tornou-se membro do Conselho Nacional de Pesquisa do Instituto Lister, sediado em Londres e, entre 1935 e 1939, foi membro do Instituto Rockefeller para Pesquisa Médica.

Em seus primeiros anos como pesquisador, Sabin desenvolveu grande interesse por pesquisas na área de doenças infecciosas. Em 1939, mudou-se para Cincinnati, Ohio, onde passou a atuar no Cincinnati Children's Hospital (Hospital de Crianças de Cincinnati). Durante a Segunda Guerra Mundial, atuou em brigadas médicas do exército norte-americano e ajudou a desenvolver uma vacina contra a encefalite japonesa. Foi chefe da diretoria epidemiológica das Forças Armadas desde 1941 e atuou no serviço público de saúde norte-americano desde 1947. Em 1946, tornou-se chefe da pesquisa pediátrica da Universidade de Cincinnati.

Com a crescente ameaça da poliomielite (paralisia infantil), uma doença viral contagiosa cujas principais vítimas são crianças, vários cientistas passaram a tentar desenvolver vacinas contra a doença, entre eles Jonas Salk, Sabin e Hilary Koprowski. Em 1954, Sabin testou sua primeira vacina oral no reformatório Chillicothe, em Ohio. Entre 1956 e 1960, ele aperfeiçoou a vacina, trabalhando ao lado de outros cientistas russos. A vacina Sabin consistia em formas atenuadas dos vírus que causam a poliomielite, aplicados oralmente. O cientista descobriu que o poliovírus se multiplicava nos intestinos antes de passar para a corrente sanguínea, de forma que a vacina oral era mais eficaz para impedir a transmissão do vírus, criando a possibilidade de que a doença viesse a ser erradicada.

Sabin integrou a Associação Americana de Imunologistas, a Sociedade Americana de Bacteriologistas, a Sociedade Americana de Medicina Tropical e Higiene, a Sociedade de Biologia Experimental e Medicina, a Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, a Associação Americana de Médicos, a Sociedade de Investigações Clínicas, a Academia Americana de Medicina Tropical, a Sociedade para Pesquisa Pediátrica, a Sociedade Americana de Epidemiologia, a Associação Americana para o Progresso da Ciência, a Sociedade Harvey e a Sociedade Médica Alpha Omega Alpha. Foi membro correspondente da Associação Britânica de Pediatria e da Academia Real de Medicina da Bélgica. Foi membro honorário da Sociedade de Microbiologistas, Epidemiologistas e Infeccionistas da União Soviética, da Sociedade Brasileira de Pediatria, da Sociedade de Medicina de Santiago (Chile), da Academia Nacional de Medicina do Brasil, do  Clube Universitário de Nova York, da Sociedade Real de Saúde da Inglaterra e da Academia Americana de Artes e Ciências.

Além de suas descobertas a respeito da poliomielite e da encefalite japonesa, foi responsável pelo isolamento do vírus da dengue e do vírus da febre de moscas de areia (sandfly fever). Estudou pneumonia, câncer e o papel do vírus ECHO em doenças humanas. Publicou mais de 280 obras sobre doenças contagiosas. Em 1939, foi homenageado com o prêmio Theobald Smith da Associação Americana para o  Progresso da Ciência. Em 1945, recebeu a Legião de Mérito do Exército Americano. Em 1957, recebeu a Medalha de Ouro da fraternidade Phi Lambda Kappa. Dois anos mais tarde, foi premiado pela Universidade de Chicago e, pouco depois, pela Universidade de Nova York. Foi professor honorário da Universidade do Chile em 1961 e foi agraciado com os prêmios :“Dignidade do homem” do Instituto Kessler, em1961; “Robert Koch” da Fundação Robert Koch, em 1963 e “Oscar B. Hunter” da Sociedade Americana de Terapêutica, em 1963.

Realizou várias viagens ao Brasil, a primeira delas em 1961. Em 1972, casou-se com a brasileira Heloísa Sabin. Em 1979, recebeu o título de doutor honoris causa pela Universidade de São Paulo.

Páginas selecionadas pelo Editor

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos