ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Che Guevara

Ernesto Rafael Guevara de la Serna
14/6/1928, Rosário (Argentina) - 8/10/1967, La Higuera (Bolívia)

Ernesto Rafael Guevara de la Serna, foi um dos principais nomes da revolução Cubana(1953-1959), e até 1965 participou ativamente da reorganização do Estado cubano..Após este período organizou a guerrilha em vários países, como Congo e Bolívia, onde foi capturado e morto em 1967.

O político, jornalista, escritor e médico argentino cubano, também conhecido como "Che" Guevara nasceu em Rosário, na província de Santa Fé, na Argentina, no dia 14 de junho de 1928.  Foi considerado pela revista norte-americana Time uma das cem personalidades mais importantes do século XX.

Che era o mais velho dos cinco filhos de Ernesto Guevara y Lynch (1901-1997) e de Celia de la Serna y Llosa (1906-1965), ambos pertencentes a famílias da classe alta argentina. Ernesto foi apelidado pelos seus pais de Ernestito, para diferenciá-lo do pai, depois de Tete, pelo qual foi apelidado por sua família e pelos amigos de infância. Com dois anos de idade teve o primeiro ataque de asma, uma doença que iria sofrer por toda sua vida.

Em 1944, os negócios da família de Che vão mal e Ernesto emprega-se como funcionário da Câmara de uma vila, nos arredores de Córdoba, para ajudar as finanças em casa, sem deixar, contudo, de estudar. Em 1946, terminou o liceu. Os Guevara mudaram-se para Buenos Aires e Ernesto ingressou na universidade, estudando medicina. Em 1946, foi chamado ao serviço militar mas não foi aceito por inaptidão física.

E 1951, seis meses antes de se formar em Medicina, decide interromper o curso para iniciar com Alberto Granado, uma grande viagem pelo continente, de Buenos Aires a Caracas, na velha motocicleta do companheiro, uma Norton 500 cc, fabricada em 1939 e apelidada de La Poderosa II. Nessa viagem, começa a ver a América Latina como uma região de identidade econômica e cultural única.

De volta à Argentina em 1953 acaba os estudos de Medicina e passa a dedicar-se à política. Atuou como repórter fotográfico cobrindo os Jogos Pan-Americanos do México, por uma agência de notícias argentina. Ainda em julho de 1953, inicia sua segunda viagem pela América Latina. Nessa oportunidade visita Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Panamá, Costa Rica, El Salvador e Guatemala.

Che conhece Hilda Gadea, com quem se casa e tem sua primeira filha, Hildita. Em 1954, no México através de Ñico López, conhece Raúl Castro, que logo o apresentaria a seu irmão mais velho, Fidel. Guevara fez parte dos 72 homens que partem para Cuba em 1956 com Fidel Castro e dos quais só 12 sobreviveriam. Em seguida eles se instalam nas montanhas da Sierra Maestra de onde iniciam a luta contra o presidente cubano Fulgencio Batista, que era apoiado pelos Estados Unidos.

Após a vitória dos revolucionários em 1959, Batista exila-se em São Domingos e instaura-se um novo regime em Cuba, de orientação socialista. Guevara, então braço direito de Fidel, torna-se um dos principais dirigentes do novo estado cubano.

Esteve oficialmente no Brasil em agosto de 1961, quando foi condecorado pelo então presidente, Jânio Quadros, com a Grã Cruz da ordem Nacional do Cruzeiro do Sul. A  outorga dessa condecoração foi o desfecho de uma articulação diplomática, iniciada pelo Núncio apostólico no Brasil, monsenhor Armando Lombardi, seguindo às instruções da Santa Sé, solicitando a ajuda do governo do Brasil para fazer cessar a perseguição movida contra a Igreja Católica em Cuba.

No Seminário Econômico de Solidariedade Afro-asiática entre 22 e 27 de fevereiro de 1965 em Alger, criticou publicamente, pela primeira vez, a política externa da União Soviética. Em 4 de outubro de 1965 Fidel Castro anunciou que Ernesto Che Guevara deixara a ilha para lutar contra o imperialismo.

Ele parte primeiramente para o Congo com um grupo de 100 cubanos "internacionalistas", tendo chegado em abril de 1965. Em seguida parte para a Bolívia onde tenta estabelecer uma base guerrilheira para lutar pela unificação dos países da América Latina. É capturado na aldeia de La Higuera, no dia 8 de outubro de 1967, e executado.

Em 1997 seus restos mortais foram encontrados por pesquisadores numa vala comum, junto a outras ossadas, na cidade de Vallegrande, a cerca de 50 km de onde ocorreu a sua execução. Sua ossada estava sem as mãos, que foram amputadas (para servir como troféu), logo após a sua morte seus restos mortais foram transferidos para Cuba, onde, em 17 de outubro do mesmo ano, foram sepultados com honras de Chefe de Estado, na presença de membros da sua família e do líder cubano e antigo companheiro de revolução Fidel Castro. Seu corpo encontra-se no Mausoléu Guevara, em Santa Clara, província de Villa Clara.

Páginas selecionadas pelo Editor

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos