ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Elizabeth Taylor

Elizabeth Rosemond Taylor
27/2/32, Londres (Inglaterra) - 23/3/2011, Los Angeles (EUA) 

Em 1939, com oito anos de idade, chegou aos Estados Unidos devido à ameaça de guerra na Europa. Foi com família para Los Angeles, Califórnia. Várias pessoas reparando a beleza que tinha  aconselhavam a mãe para que procurasse  os estúdios cinematográficos. Isto fez com que a mais bem sucedida menina-prodígio de Hollywood começasse a carreira com apenas 11 anos. Nesta época fez o primeiro filme, “A Força do Coração”, de Fred Wilcox. Mas os olhos do público estavam voltados para a protagonista da história, a cachorra Lassie. Porém no ano seguinte, brilhou em “A Mocidade É Assim Mesmo”, de Clarence Brown,  aos 12 anos. Desde então, não parou de filmar.

No começo dos anos 50, Liz não aguentava mais ser controlada pela mãe e tão pouco pelos executivos da MGM. Decide então se casar com Nick Hilton, herdeiro da famosa cadeia de hotéis Hilton. União que dura apenas alguns meses. Logo depois se casa com o ator Michael Wilding. Seu terceiro casamento com o empresário  Mike Todd coincidiu com alguns dos seus melhores papéis, em especial no longa "Assim Caminha a Humanidade". Nessa década fez ainda "A Última Vez Que Vi Paris", ao lado de Van Johnson e Donna Reed. Ganhou dois Oscars, um por “Disque Butterfly 8”, em 1960, outro por “Quem Tem Medo de Virginia Woolf?”,em 1966.

Os traços delicados do rosto e os olhos cor azul violeta, emoldurados por sobrancelhas espessas e  negras a fizeram ser considerada uma das mulheres mais bonitas de todos os tempos. Isto a transformou numa celebridade cercada por intenso glamour  e com uma vida pessoal repleta de problemas. Se casou oito vezes e teve ao todo 4 filhos, sendo dois com o ator Michael Wilding (Michael Howard Taylor Wilding, 1953, e Christopher Edward Taylor Wilding, 1955) e uma filha com Michael Todd (Isabel Francisca Taylor, 1957). Em 1975 adotou uma menina alemã, com Richard Burton, chamada Maria Taylor Jenkins.

O relacionamento com Burton, com quem se casou duas vezes,  foi o mais famoso de sua carreira. Juntos fizeram nove filmes e mantiveram o casamento extremamente tempestuoso. Suas brigas, bebedeiras, separações e reatamentos sempre rendiam boas manchetes de jornais. Em 1974, separam-se formalmente mas, no ano seguinte, anularam o divórcio e  reataram.

Amiga pessoal de Michael Jackson, teve dedicado vários de seus trabalhos, inclusive a canção "Liberian Girl". Foi ela quem primeiro se referiu a Michael como o "rei do pop", em 1989,  utilizando o termo ao entregar um prêmio para o amigo.

Pioneira no desenvolvimento de ações filantrópicas, levantou fundos para as campanhas contra a AIDS, a partir dos anos 80, logo após a morte de Rock Hudson. Em 1993, recebeu um Oscar especial, o Prêmio Humanitário Jean Hersholt, por seu trabalho com organizações de caridade. Seis anos depois, Taylor ganhou  a Ordem do Império Britânico, passando a ostentar o título de "dama".  

A despeito de ter nascido fora dos EUA, em 2001 foi agraciada pelo presidente Bill Clinton, com a segunda mais importante medalha de reconhecimento a um cidadão norte-americano: a Presidential Citizens Medal, oferecida pelos seus vários trabalhos filantrópicos.

Taylor tratou vários problemas de saúde ao longo dos anos, incluindo questões relativas à insuficiência cardíaca crônica. Em 1997 passou por uma delicada cirurgia para remover um tumor do cérebro. Em 2009, foi submetida a uma operação para substituir uma válvula defeituosa no coração. Em fevereiro de 2011, apareceram novos sintomas relacionados à sua insuficiência cardíaca, o que a levou a ser internada no Centro Médico Cedars-Sinai, em Los Angeles para tratamento.

Morreu após uma cirurgia, aos 79 anos de idade. O corpo da está enterrado no cemitério Westwood Village Memorial Park, em Los Angeles, o mesmo onde estão enterrados outras celebridades como Marilyn Monroe, Natalie Wood, Truman Capote, Farrah Fawcett e Dean Martin.

mulheres no Acervo

Páginas selecionadas pelo Editor

PÁGINAS HISTÓRICAS

Proclamação da República

Veja essa e outras capas que marcaram época Proclamação da República

Acervo Estadão

Tópicos
ver todos