ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Frank Sinatra

Francis Albert Sinatra
12/12/1915, Hoboken (EUA) – 14/5/1998, Los Angeles (EUA)

Considerado um dos maiores cantores do século XX e apelidado de “a voz”, era descendente de imigrantes italianos e iniciou a carreira musical na década de 1930. Cantava em boates, festas do Partido Democrata norte-americano e em eventos da Sociedade Cultural Siciliana da cidade de Hoboken, localizada próxima ao Rio Hudson, em Nova Jérsei. Em 1935, apresenta-se com o conjunto Hoboken Four no programa de rádio Major Bowes and His Original Amateur Hour, participa de dois curta-metragens da emissora NBC e inicia uma turnê com o grupo pelo país. Em 1939, no ano em que se casa com sua primeira esposa, Nancy Barbato, com quem terá três filhos, torna-se vocalista da banda de Harry James. Após integrar também a banda de Tommy Dorsey, entre 1940 e 1942, começa a se apresentar em carreira solo e se torna rapidamente um dos cantores mais populares de sua geração.

Durante a década de 1940, realiza uma série de apresentações e grava diversas baladas, mas o início dos anos 1950 marca o período de declínio na carreira, quando é acusado de manter relações com a máfia italiana e um relacionamento amoroso com a atriz Ava Gardner enquanto ainda estava casado. A retomada do sucesso ocorre em 1953, quando estrela o filme 'A um passo da eternidade', pelo qual recebe o Oscar de melhor ator coadjuvante interpretando o recruta Maggio, e assina contrato com a Capitol, colocando-o mais próximo do jazz. É a partir desse período que começa a lançar álbuns recordistas em vendas, com arranjos musicais de artistas consagrados como Billy May e Nelson Riddle, que mostrarão suas múltiplas facetas como cantor.

Já consagrado também por suas performances como ator de cinema, tendo atuado e cantado em diversos filmes nos anos 1940, tais como 'Noites de rumba' (1941), 'A lua ao seu alcance' (1944) e 'Aconteceu assim' (1947), entre outros, conquista papéis de destaque não só nos musicais, a exemplo de 'Eles e Elas' (1955), 'Alta Sociedad'e (1956) e 'Meus dois Carinhos' (1957), que lhe rendeu o Globo de Ouro de melhor ator, mas também em papeis como 'O homem do braço de ouro' (1955), pelo qual foi indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante. A década de 1960 marca o período de lançamento de discos por sua própria gravadora, a Reprise: 'Ring-a-Ding-Ding!' (1961), 'Sinatra-Basie: An historic musical first' (1962), com 'Count Basie', e 'America, I hear you singing' (1964), com seu ídolo Bing Crosby, entre outros.
 
Em 1966, com a gravação de “Strangers in the night”, desbanca os Beatles nas paradas de sucesso dos Estados Unidos e da Inglaterra, chegando ao topo da Billboard, feito já conquistado anteriormente com o disco 'Come Fly With Me' (1958). No mesmo ano, casa-se com a jovem atriz Mia Farrow, de quem se separa dois anos depois. É nessa época também que participa do movimento musical brasileiro da bossa nova, gravando o álbum 'Francis Albert Sinatra & Antonio Carlos Jobim' (1967). Embora tenha anunciado a aposentadoria em 1971, continua gravando álbuns e interpretando no cinema.

O cantor, também apelidado de “Olhos Azuis”, tinha fama de galã e manteve uma série de relacionamentos com mulheres famosas, como Lana Turner, Grace Kelly, Sophia Loren, Shirley MacLaine e Marilyn Monroe. Sua última esposa foi Barbara Marx, ex-esposa do comediante Zeppo Marx, com quem Sinatra se casa em 1976. Recebe o Grammy de 1980 de Melhor Álbum por 'Past, Present and Future'. A música “New York, New York”, composta para a trilha sonora do filme homônimo de Martin Scorsese e presente neste álbum, recebe o troféu de melhor canção do ano. Decide encerrar a carreira em 1955. Falece três anos depois, vítima de um ataque cardíaco. Ao longo de sua carreira, Frank Sinatra recebeu mais de trinta indicações ao Grammy, sendo premiado treze vezes. Por sua versatilidade como artista, possui três estrelas na calçada da fama de Hollywood.

Páginas selecionadas pelo Editor

PÁGINAS HISTÓRICAS

Proclamação da República

Veja essa e outras capas que marcaram época Proclamação da República

Acervo Estadão

Tópicos
ver todos