ir para o conteúdo
Busca
Busca por data

Zizinho

Thomaz Soares da Silva
14/9/1921, Rio de Janeiro (RJ) – 8/2/2002, Rio de Janeiro (RJ)

Considerado por Pelé um ídolo e um dos principais nomes que o fizeram jogar, “Mestre Ziza” foi decisivo em uma época onde o futebol ainda engatinhava para tornar-se um dos esportes mais lucrativos que existem. Começou jogando bola em Niterói, onde foi criado. Não começou na categoria de base de nenhum grande clube, tendo que trabalhar desde os 13 anos. Passou por uma fábrica de tecidos e de vidros antes de entrar na Lloyd Brasileiro (companhia estatal de navegação).

Seu primeiro time foi o Byron. Foi batendo bola ali que acabou fazendo testes em grandes clubes. No América, seu clube de coração, não pôde nem mesmo mostrar sua habilidade na meia, devido a grande quantidade de jogadores nessa posição no time. Acabou no Flamengo, após o técnico Flávio Costa o colocar durante o treino no lugar de Leônidas da Silva e ele marcar dois gols.

Entrou no clube aos 18 anos e saiu mais de dez anos depois. Seu primeiro jogo com o time foi a derrota por 4x3 para o Independiente da Argentina, substituindo Valdemar de Brito que fora cedido ao San Lourenzo (inicialmente, Zizinho tinha ido ao estádio apenas para acompanhar a partida). Em 39, conquistou seu primeiro título como profissional, o Campeonato Carioca. Faria história no clube e no torneio.

Em 1942 foi parte do elenco que iniciou o primeiro tricampeonato estadual na Gávea. Teve apenas quatro derrotas na competição, garantindo o caneco no empate em 1x1 contra o Fluminense. No ano seguinte, golearia o Bangu por 5x0 e levantaria o bi. Em 43 o título viria contra o rival Vasco, vitória por 1x0.

Ali ganharia o apelido de “Mestre Ziza”. “Ziza veio do torcedor rubro-negro Ciro Monteiro. “Mestre” era como o locutor Oduvaldo Cozzi o chamava. Mais do que a habilidade, Zizinho ganhou fama pela valentia dentro de campo. Chegou a jogar com a perna quebrada em duas ocasiões. Não aceitava também apanhar. Se bateassem ele revidava.

Foi nessa época convocado para a seleção brasileira e rapidamente se tornou um dos jogadores mais importantes do País. Sua única conquista com a seleção acabou sendo no Sul-americano de 1949 onde foi eleito o destaque da competição. Integrou os convocados para a Copa do Mundo de 1950 no Brasil e ficou marcado pela derrota no último jogo do torneio, que valia a Taça Jules Rimet, contra o Uruguai (a seleção precisava apenas de um empate e acabou perdendo por 2x1). Mesmo como a derrota foi considerado o craque da Copa.

Antes do Mundial teve mais um desgosto. Foi vendido pelo Flamengo para o Bangu contra a sua vontade e sem seu conhecimento. Acabou se tornando o 5º maior artilheiro da história do clube onde ficou por seis anos. Não conquistou nenhum título pelo time.

Na seleção um de seus últimos momentos foi o Sul-americano de 53. Considerado peça fundamental pelo técnico Aimoré Moreira, acabou sofrendo uma lesão na coxa, mas não abandonou a competição. Foi um dos principais jogadores da campanha que acabou com o Brasil vice-campeão (o vencedor foi o Paraguai).

Foi acusado de cobrar para jogar machucado. Voltou ao País tachado de mercenário e acabou excluído dos convocados para o Mundial de 1954 na Suíça. Acabou indo para o São Paulo em 1957. No tricolor paulista foi campeão paulista no mesmo ano. Ficou apenas um ano no time e saiu magoado devido a uma suspensão por uma saída noturna e pela diretoria não defendê-lo das acusações da imprensa que frequentava “inferninhos”. Acabou encerrando a carreira fora do Brasil, no Audax Italiano do Chile.

Chegou a dirigir alguns clubes como o América e o próprio Audax. Seu maior momento foi ser o treinador da seleção Olímpica de 1975, mas teve uma experiência ruim e desistiu da carreira. Se tornou funcionário do Estado do Rio de Janeiro antes de se aposentar. Acabou falecendo vítima de um enfarto.

Páginas selecionadas pelo Editor

Viu essa página?

Anúncio de lança-perfume em 1929

Entorpecente era permitido e sucesso no carnaval Anúncio de lança-perfume em 1929

Veja a edição completa de 13/1/1929

Tópicos
ver todos